Dupla é presa em Japurá acusados de roubarem vendedores de frutas

Nesta última segunda-feira (30), por volta das 14h, a equipe foi acionada via Central de Operações para prestar atendimento a uma ocorrência de roubo na Rua Dos Sutis, em Japurá, de onde havia sido levado uma Honda/Biz 110 vermelha sem placa, além de dinheiro, sendo informado que o autor teria ido sentido ao município de São Tomé.

De imediato, os policiais deslocaram na rodovia que liga os dois municípios, quando se depararam com um acidente do tipo colisão traseira, logo após o portal de Japurá. No local havia uma Honda/Biz de cor vermelha, caída na beira da pista e, logo a frente, um indivíduo caminhando as margens, todo ensanguentado.

Desse modo, foi dada voz de abordagem e identificado (27 anos). Nas proximidades da motoneta e do homem, foram localizados uma pochete contendo o valor de R$ 11.102,05 (onze mil, cento e dois reais e cinco centavos) e um revólver, calibre .38, com a numeração suprimida e com 05 (cinco) munições intactas.

Neste momento, a guarnição acionou a Unidade Básica de Saúde para socorrer o masculino, sendo o mesmo encaminhado ao Hospital Municipal de Japurá e, devido as lesões, posteriormente foi conduzido para o Hospital Santa Casa, em Cianorte.

Enquanto os militares realizavam o atendimento e as diligências, foi recebida uma ligação via 190, relatando que um veículo VW/Gol, de cor preta, estaria rondando o local do roubo e que o automóvel teria ido sentido a saída da cidade. Este, por sua vez, quando visualizou a viatura, avançou o semáforo vermelho, com o intuito de fugir.

Assim, o carro foi localizado e abordado, na Av. Voluntários da Pátria cruzamento com a Rua Castelo Branco, sendo o condutor identificado e, ao ser questionado sobre a atitude suspeita, relatou que teria ido até a cidade para visitar sua namorada, demonstrando muito nervosismo e inquietação. Como o cidadão não possui CNH, o automóvel foi recolhido e entregue no pátio da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). Já o motorista (27 anos), que faz uso de tornozeleira eletrônica por possuir indícios de participação no delito em tela, foi conduzido para prestar maiores esclarecimentos.

Por fim, os dois homens, os objetos e o dinheiro recuperados, além da arma de fogo utilizada no crime, foram entregues na Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos de Polícia Judiciária. A motoneta, como ainda não tinha alerta de roubo, foi restituída para o proprietário no transcorrer da ocorrência.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse