DENTES BEM CUIDADOS ELEVAM SUA AUTO-ESTIMA

Para se ter uma pequena ideia da importância dos dentes, podemos dizer que a saúde bucal reflete diretamente na saúde geral. Não subestime o valor de cada dente, até mesmo aqueles que estão no fundo da boca, pois eles têm papel importante no processo da mastigação.

A falta de dentes pode ocasionar diversos problemas que vão muito além da estética, como a dificuldade na digestão de alimentos e na articulação da mandíbula. Um adulto deve ter 28 dentes, com exceção do siso, e todos eles têm importância fundamental no funcionamento do organismo.

Se a mastigação não for feita de maneira correta, os alimentos chegam maiores ao estômago, o que dificulta a digestão e a absorção dos nutrientes. Para alimentar-se bem e com prazer é necessário que seus dentes estejam em bom estado, sem causar desconforto, para realizar uma mastigação eficiente dos alimentos, para a articulação das palavras e na fonética dos sons. Dentes tortos ou mal posicionados podem favorecer a respiração pela boca e, consequentemente, gerar falta de saliva, além de serem mais suscetíveis às cáries e comprometerem a autoestima.

Quanto a oclusão, uma vez que se perde algum dente, todo o encaixe dos demais dentes serão perdidos, comprometendo a posição de todos. Por isso a importância de manter os dentes na boca pelo maior tempo possível e não mandar extrair um dente sem um forte motivo, como por exemplo uma fratura dental a nível apical que comprometa sua permanência.

Para repor os dentes perdidos, existem atualmente técnicas bastante eficientes para oferecer uma boca mais saudável ao paciente. Além das tradicionais próteses fixas, removíveis e totais, existe a opção de implantes, que podemos considerar e melhor opção para repor um ou mais dentes perdidos.

Embora os espaços criados pelos dentes ausentes possam não estar visíveis, podem provocar inúmeros problemas. Por exemplo, as forças mastigatórias podem se alterar, provocando projeção dos dentes anteriores e criando espaços indesejados.

Uma mordida alterada também pode provocar um colapso nas estruturas faciais. Quanto mais dentes forem perdidos e não substituídos, maior a probabilidade de formação de rugas e linhas de expressão, acarretando um envelhecimento precoce.

Obviamente, que para cada caso, há um tipo de prótese mais indicado, contudo, outras opções podem ser avaliadas e realizadas, dependendo de alguns fatores, entre eles podemos citar:

A quantidade de dentes ausentes, a posição dos dentes, a quantidade e a qualidade do osso, a expectativa dos pacientes e a condição financeira.

Independente da escolha do tratamento, o mais importante é a conscientização da necessidade de reconquistar a condição de mastigar sem medo, e redescobrir o prazer em sorrir.

Colaboração: Dr. Wagner Destéfano

Cirurgião Dentista – CRO 10637

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse