CUIDADOS E TRATAMENTO PARA DENTES MANCHADOS

A preocupação com a aparência dentária é cada vez mais importante e começa em idades cada vez mais precoce. As alterações da cor dentária são classificadas em intrínsecas e extrínsecas e o seu tratamento varia conforme a sua localização.

Há inúmeros motivos para os dentes ficarem manchados. Alimentos, bebidas e medicamentos podem provocar descoloração nos dentes. O tabagismo ou a negligencia na escovação regular, também pode levar a mancha. Em outros casos os manchamentos podem ser resultado genético de alguma doença.

Basicamente há dois tipos de manchas, as de superfície (extrínsicas) e as intrínsecas. Nas manchas de superfície, mais fáceis de serem removidas, podemos destacar o consumo exagerado de refrigerantes como Coca-Cola, café, chá, vinho tinto e o uso do fumo.

As manchas de superfície podem ocorrem em microfissuras, necessitando de um tratamento mais invasivo do que uma simples profilaxia. Pode-se notar também manchas em microinfiltrações que podem ser resolvidas com a troca da restauração.

Nas manchas intrínsecas, muito mais difíceis de serem removidas, podem ocorrer por uma falha na formação do dente antes do nascimento ou pela interrupção da formação normal do esmalte por medicamentos ou alguma enfermidade. Crianças que sofreram tratamento com antibiótico tetraciclina antes dos 7 anos de idade, ou cujas mães ingeriram a droga durante a gravidez.

As manchas intrínsecas também podem ser provocadas por cárie avançada ou por restaurações antigas ou com infiltração (manchas marrom ou cinza). Talvez as manchas provocadas por tetraciclina sejam as mais difíceis de serem resolvidas. Elas podem ser de cor amarela, marrom escura, cinza, ou ainda, combinadas.

Dependendo do grau de escurecimento dos dentes com tom marrom e cinza pode-se tentar o clareamento dental, normalmente combinando-se a técnica à laser e a caseira com acompanhamento profissional.

Um outro tipo de mancha nos dentes, são as manchas brancas em pacientes portadores de aparelho ortodôntico fixo e com escovação deficiente. Essas manchas ocorrem pela descalcificação do esmalte onde a remoção da placa bacteriana não foi feita corretamente por meio de escovação.

Dependendo do grau de escurecimento ou da macha podemos planejar o tratamento que pode ser: Profilaxia, clareamento, restauração estetica, facetas de resina ou porcelana.

Para você não manchar mais seus dentes, siga algumas orientações:

✓ Limite a quantidade de café, chá e Coca-Cola em sua dieta diária;

✓ Evite o tabagismo;

✓ Faca regularmente limpeza profissional;

✓ Escove e use fio dental regularmente e de modo apropriado. Alguns cremes dentais possuem compostos que podem ajudar a remover pequenas manchas, mas cuidado, não existe nenhum creme milagroso.

Colaboração: Dr. Wagner Destéfano

Cirurgião Dentista – CRO 10637

Compartilhe: