Crescimento e desenvolvimento esquelético e facial através dos aparelhos ortopédicos

A Ortopedia funcional dos maxilares (OFM) é uma especialidade da odontologia que soluciona problemas ósseos, musculares, alinhamento de dentes, funcionamento do maxilar e problemas de articulação. O tratamento realizado por esta vertente é indolor e pouco invasivo por se basear na utilização de aparelhos móveis que remodelam as estruturas ósseas, musculares e de articulação da face através de estímulos sensoriais, promovendo melhora na funcionalidade da arcada dentária.

O tratamento é realizado através da estimulação de um conjunto de neurônios sensoriais da boca que levam informações até o sistema nervoso central que por sua vez respondem remodelando as estruturas ósseas a favor da correção desejada. Com isso é capaz de estimular, restringir, redirecionar e remodelar o curso de crescimento e desenvolvimento dos ossos da face, trazendo como benefícios melhora nas funções mastigatórias, respiratórias, na deglutição e no sistema fono articulatório.

Apesar de ser mais utilizada em crianças, a Ortopedia Funcional dos Maxilares também pode ajudar muito os adultos, mas em casos que apresentem problemas relacionados à musculatura e problemas posturais. Exemplos de problemas que fazem os adultos procurarem um especialista são: bruxismo e briquismo (rangimento e apertamento dos dentes, principalmente durante o sono), dores faciais, apneia do sono, zumbidos no ouvido, dores de cabeça, entre outros.

Na maioria dos casos utilizamos aparelho removível, porém existem outros recursos terapêuticos como colocação de pistas de resinas nos dentes que auxiliam no comando do crescimento e desenvolvimento facial.

A relação entre respiração bucal e morfologia facial tem intima relação e os estudos demonstram resultados muito positivos em pacientes tratados com Ortopedia funcional dos maxilares. A respiração é junto com a mastigação, um dos principais fatores que contribuem para o correto desenvolvimento dos ossos maxilares e consequentemente um correto posicionamento dos dentes.

A respiração bucal, pelo conjunto de sinais e sintomas associados a ela, é conhecida como a Síndrome do Respirador Bucal. O respirador bucal além das características descritas acima ainda apresenta uma face característica com nariz estreito, narinas afiladas, lábio superior curto, boca entreaberta e olheiras acentuadas.

Portanto, a alteração do modo respiratório pode alterar tanto o crescimento da maxila, que permanece atrésica, como da mandíbula que sofre rotação de crescimento e postura da língua, modificando o padrão de crescimento facial e tonicidade muscular da face.

Podemos dizer que a Ortopedia Funcional dos Maxilares possui diversas atribuições, sendo uma especialidade importante por tratar de várias alterações funcionais para priorizar a manutenção da fisiologia do paciente, propiciando condições favoráveis ao crescimento e desenvolvimento.

Colaboração: Dr. Wagner Destéfano

Cirurgião Dentista – CRO 10637

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse