Copel divulga vencedor de chamada pública de IP

Copel divulga vencedor de chamada pública de IP

A Copel divulgou nesta segunda-feira (4) o resultado da chamada pública que buscava um parceiro para a formação de parcerias público-privadas (PPP) no segmento de iluminação pública (IP). Sete proponentes apresentaram projetos. Foi selecionado o Consórcio BRC IP composto por BHIP, Remo Engenharia e a paranaense Construtora Castilho.

O Consórcio é formado por empresas da iniciativa privada com larga experiência em concessões de Iluminação Pública, com destaque para a de Belo Horizonte, a maior PPP em atividade no país. A estatal paranaense terá participação minoritária na parceria.

ESTRUTURAR

A finalidade da parceria é estruturar projetos de PPP para as principais cidades do Paraná e para os municípios que formem consórcios e somem mais de 10.000 pontos de IP.

O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Copel, Cássio Santana da Silva, salienta a vantagens deste acordo. “Selecionamos o parceiro com base em aspectos técnicos e com os mais altos padrões de compliance do mercado, com o intuito de permitir que a Copel avance em um negócio promissor que, além da Iluminação Pública, abrirá as portas para as soluções no mercado de cidades inteligentes”.

O próximo passo do consórcio será a promoção do workshop que vai alinhar as estratégias de atuação para concorrer tanto como estruturador de projetos como agente concessionário de IP nos primeiros municípios paranaenses.

ILUMINA PARANÁ

Em parceria com a Copel, o Governo do Paraná lançou na última quinta-feira (31) o Programa Ilumina Paraná, que permitirá que municípios do Estado modernizem seus sistemas de iluminação pública – aumentando a segurança e reduzindo a conta de energia elétrica.

As melhorias se refletem no setor econômico, que lucra com o maior movimento nas vias públicas, o meio ambiente que agradece com a eficientização das lâmpadas na troca por LED, e a segurança fica mais evidente. Todo esse cenário faz as cidades mais iluminadas contribuírem para o bem-estar geral da população.

A modernização da iluminação pública é o primeiro passo para a criação de uma plataforma integrada para as cidades inteligentes, devido a sua alta capilaridade nas cidades. O uso da telegestão permite o aproveitamento da estrutura de IP para uso em soluções de segurança, mobilidade urbana, gestão de tráfego, entre outros usos.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: