Complexo Hospitalar do Trabalhador recebe Prêmio Pátria Voluntária

O Complexo Hospitalar do Trabalhador, unidade do Governo do Estado, de Curitiba, recebeu o Prêmio Pátria Voluntária, do governo federal, iniciativa do Ministério da Cidadania. A premiação foi na última segunda-feira (09).

Uma equipe formada por cinco voluntárias, a primeira-dama do Paraná, Luciana Saito Massa, o diretor-superintendente do Complexo Hospitalar do Trabalhador, Geci Labres de Souza, esteve em Brasília para receber o prêmio, entregue pelo presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O concurso ocorreu em fevereiro, mas a premiação foi adiada por causa da pandemia pela Covid-19.

O Complexo Hospitalar do Trabalhador foi destaque ao receber três prêmios. Além de ficar em primeiro lugar na categoria de unidade hospitalar com maior número de horas de atividades, cinco voluntárias do CHT ficaram entre as dez pessoas com maior quantidade de trabalho voluntário e o terceiro prêmio foi para a pessoa que dedicou mais tempo ao próximo.

O diretor-superintendente do CHT, Geci Labres de Souza, reforçou a importância que tem o trabalho voluntário. “O voluntário se insere na assistência do ponto de vista humano. É quem dá o carinho, o olhar especial para vários pontos de atendimento da instituição”, disse ele. “No trabalho do voluntário temos vários exemplos: é aquele que distribui o chá com bolachas na sala de espera do nosso ambulatório, o que muitas vezes empurra a cadeira de rodas para o paciente fazer o exame, o que leva o familiar até o leito quando ele está sem saber onde o paciente foi colocado, o que faz a barba do paciente que está impossibilitado. É o lado do carinho, do cuidado, o lado humano da assistência”, afirmou Geci Labres de Souza.

Dos 27 estados brasileiros, 14 participaram da ação voluntária. Entre as cinco instituições vencedoras, três são do Paraná: o Complexo Hospitalar do Trabalhador, a Liga Paranaense de Combate ao Câncer e o Pequeno Cotolengo do Paraná – Dom Orione.

DESTAQUE

As voluntárias que atuam no Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT) e que receberam o prêmio Pátria Voluntária são: Lúcia Karpowisch, Isabel Tofanelli, Lindamir Aparecida Langner, Gezoar Ribeiro e Gracinda Beckert.

Lúcia Karpowisch ganhou também a homenagem por ter dedicado mais horas individualmente. A equipe realizou atividades como serviço de chá, orientação, entretenimento, música, futebol, palestras, artesanato, costura, biblioteca, embalagem de roupas, ginástica laboral, yoga e dia de beleza. Ao todo, os voluntários que atuaram em unidades do Complexo Hospitalar do Trabalhador somaram 11.304 horas de trabalho.

O diretor destacou também a alegria em ter o trabalho reconhecido. “Tenho muita satisfação e dirigir uma instituição que além de tecnicamente competente, tem esse olhar humano para o atendimento, é uma honra dirigir um hospital assim”.

O PRÊMIO

O Prêmio Nacional de Incentivo ao Voluntariado – ‘Prêmio Pátria Voluntária’ é uma iniciativa do Ministério da Cidadania do Governo Federal, criada em 2019, que teve sua primeira edição em fevereiro de 2020.

O concurso ocorreu em fevereiro, mas a premiação foi adiada pela pandemia da Covid-19. A iniciativa foi uma série de atividades voluntárias que tem por premissa básica incentivar o engajamento, a responsabilidade cívica e social e a participação cidadã por meio do voluntariado, de forma articulada entre o Governo, a sociedade civil e o setor privado.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse