Começa a colheita de soja na região Noroeste

sojaUm pequeno produtor de soja de Floresta, município vizinho a Maringá, deu início à colheita da safra 2013/14, na região. Na quarta-feira (8), Rogério Marques da Silva, dono de 12 hectares, colocou sua colheitadeira em operação, fato que chamou a atenção de outros produtores e até da Cocamar, para onde a produção está sendo levada.

O gerente da unidade local da cooperativa, Frederico João Altrão, lembra que a maior parte dos produtores de Floresta mantém a tradição de semear mais cedo, “mas não é comum se ver uma colheita apenas poucos dias após o Ano Novo”. Silva, no entanto, não é o único: ainda esta semana, se não chover, mais um agricultor deve iniciar os trabalhos e há outro fazendo planos para a semana que vem.

Altrão informa que por conta da estiagem de cerca de 30 dias ocorrida entre novembro e dezembro, algumas lavouras semeadas mais cedo devem apresentar redução de produtividade. “As primeiras colheitas vão indicar de quanto poderá ser essa possível quebra”, acrescentou.

Na região da Cocamar, a soja começa a ser colhida geralmente no final de janeiro e o serviço se intensifica em fevereiro. Mesmo com o clima relativamente seco nos dois últimos meses, fato que se somou a altas temperaturas, o panorama geral ainda é considerado razoável pela cooperativa, conforme cita o engenheiro agrônomo Emerson Nunes, coordenador de culturas perenes. Ele explica que, por conta dos efeitos climáticos, foi revisada a estimativa inicial de produtividade de 3.300 quilos por hectare, para pouco mais de 3.100. Mas avisa: ainda é muito cedo para fazer qualquer prognóstico a respeito de uma eventual redução, uma vez que as chuvas recentes foram intensas e devem contribuir para que as lavouras recuperem parte do potencial perdido.

(Cocamar/Flamma) , imagem ilustrativa

Compartilhe: