Cianortense participa de concurso da University of Western Australia

O concurso terá duas forma de premiação: por juri técnico e votação do público através da internet

O aluno do Colégio Sesi de Cianorte, Pedro José Urbano Ramalho, desenvolveu duas idéias para o concurso da University of Western Australia; comunidade pode colaborar votando nos vídeos

O aluno do Colégio Sesi de Cianorte, Pedro José Urbano Ramalho, desenvolveu duas idéias para o concurso da University of Western Australia; comunidade pode colaborar votando nos vídeos

É quase impossível saber quais carreiras poderiam existir no futuro. Mas o estudante do Colégio Sesi de Cianorte, Pedro José Urbano Ramalho, de 17 anos, desenvolveu duas idéias dentro da proposta do concurso cultural promovido pela University of Western Australia (Universidade da Austrália Ocidental).

A proposta da instituição de ensino australiana, aberta para alunos de todo o mundo, é desenvolver ideias de curso que possam existir no futuro e contribuir com as pessoas. Para isso, Pedro teve gravar um vídeo de até 2 minutos, em inglês, contando sua ideia, incluindo título e uma breve descrição.
As propostas de Pedro abordam a Biologia Espacial e a Criminologia Digital. O cianortense usou várias descobertas recentes para embasar suas teorias, em relação a Biologia Espacial, ele tomando como base a descoberta do planeta Kepler-452b e da existência de água líquida em Marte.
Como explica Pedro, “Todas essas descobertas e muitas outras pode ser uma evidência de vida extraterrestre. Mas eu não estou falando de grandes criaturas alienígenas, mas de bactérias e microorganismos.”. A proposta da Biologia Espacial, procuraria estudar e analisar possíveis amostras de vida existente em materiais coletados em outro planeta.”A Biologia Espacial buscará estudar provas de vida extraterrestre, ajudando a humanidade e a ciência a entender e saber mais sobre os mistérios do universo e contribuir para a evolução do nosso planeta.”, destaca Pedro.
Já a Criminologia Digital surgiu diante das ameaças de hackers que invadem e roubam informações pela Internet. Para esta disciplina, a proposta é preparar profissionais que sirvam como “hackers do bem” para combater os crimes digitais, para isso seria feito um estudo das leis que regem a Internet nos países do mundo, além de estudos técnicos para garantir a segurança dos usuários da internet em todo o mundo.
Para chegar as propostas apresentadas no concurso, Pedro conta que contou com o apoio e auxílio dos professores do Colégio Sesi e também de amigos. “Quando fiquei sabendo do concurso e desenvolvi as propostas, procurei os professores e eles me orientaram e ajudaram a formular melhor as ideias. Também contei com o apoio dos meus amigos para elaborar e editar o vídeo, bem como para divulgar sobre a votação da comunidade.”, finaliza.

VOTAÇÃO DA COMUNIDADE
Segundo o regulamento do concurso, a melhor ideia será contemplada com um prêmio de $10.000 (dez mil dólares australianos) para que o autor da proposta possa viajar para qualquer lugar no mundo para estudar e entender melhor sobre como seria possível aprimorar sua ideia.
Além disso, há uma premiação voltada pela escolha do público, ou seja, toda as pessoas do mundo podem assistir os vídeos e votar. Assim, a comunidade de Cianorte e região também pode apoiar Pedro, votando nos seus vídeos pelos links: http://courseofthefuture.com.au/contest/1/entry/186 e http://courseofthefuture.com.au/contest/1/entry/188.

(Texto e foto: Juliano Secolo)

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Cianortense participa de concurso da University of Western Australia"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*