CIANORTE TERÁ SEU 1º INVENTÁRIO DE GASES DE EFEITO ESTUFA

Uma iniciativa inédita na história de Cianorte foi apresentada na noite dessa terça-feira (17), no auditório da Facec: o plano de trabalho para a realização do 1º Inventário de Gases de Efeito Estufa (IGEE) do município. O objetivo é a identificação e quantificação das emissões para traçar metas de redução e de compensação que potencializem a sustentabilidade e impactem positivamente o meio ambiente e a qualidade de vida.

Segundo o prefeito, Marco Franzato, o IGEE faz parte do Projeto Cianorte 2053 e segue as principais tendências mundiais. “Este levantamento é um importante passo para que nossa cidade saia na frente e faça a diferença no combate ao aquecimento global. Contamos com a sensibilização da população, em especial dos empresários, para um legado inovador e sustentável para esta e as futuras gerações”, afirmou.

A apresentação foi conduzida por representantes da Sinergia, empresa responsável pela realização do Inventário de Gases de Efeito Estufa, as engenheiras ambientais Juliana de Moraes Ferreira, Karoline de Souza Cardoso e Júlia Nagafuti dos Santos, que também ministraram uma palestra sobre a cidade no contexto das mudanças climáticas.

“Nosso trabalho é embasado em padrões de qualidade internacional, resultando em um documento robusto e consistente que reporte de maneira transparente todas as emissões e a vontade do município em contribuir com o desenvolvimento sustentável do país”, garantiu Juliana. O inventário deve ser entregue à Prefeitura no mês de setembro.

“Com isso, Cianorte ganhará políticas públicas específicas para redução e compensação dos gases de efeito estufa, que terão as metas acompanhadas anualmente, com a atualização do inventário”, destacou a secretária municipal de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Daniella Carrarro Parreiras, acompanhada pelos chefes de divisões Leandro Conti (Meio Ambiente), Michel Thomaz (Educação Ambiental) e Leonardo Caleffi (Vigilância Ambiental). A ocasião também contou com a presença dos vereadores Pastor Dejair, Afonso Lima e Rodrigo Rezende.

Fonte/Agência: Secretaria Municipal de Comunicação Social

Banner Edplants, Acesse