Cianorte perde o pioneiro, empresário e político Edno Guimarães

 avenorte

A comoção já é grande na cidade com a notícia do falecimento de Edno Guimarães (à direita na foto). Família pioneira no Município desde quando havia o povoado de São Lourenço. Casado com a dona Zoraide Guimarães, ao longo dos anos construiu uma família bem ao seu estilo – na ética, honestidade e no empreendedorismo. Dois filhos seus deram sua contribuição na política. Rodrigo e Beto Guimarães. Seu irmão Jonas busca o terceiro mandato.

Pessoalmente Edno Guimarães foi o maior vencedor em eleições na região de Cianorte. Foi vereador, prefeito por três vezes e deputado por dois mandatos. No campo dos negócios, junto com os filhos, o irmão e dois parceiros – Bongiorno e Camargo, investiu na construção de um frigorífico de frangos. A planta industrial é hoje uma referência no Paraná.

Como prefeito em seu primeiro mandato (88/92) investiu maciçamente na construção de casas populares. Naquele período foram construídas 1,3 mil moradias para famílias de baixo poder aquisitivo, fazendo surgir a Região dos Seis Conjuntos – atualmente uma cidade dentro da cidade. Na outra ponta estava a dona Zoraide realizando um trabalho fantástico na área social.

Outro grande feito foi a consolidação de Cianorte como a Capital do Vestuário, com a criação da Expovest que viria a ser destaque até hoje como a maior feira de moda do sul do País.

Nos seus dois últimos mandatos como prefeito se dedicou especialmente ao que ele batizou de “enriquecer as obras as públicas”. Paço Municipal, os dois fóruns (da Justiça Comum e Eleitoral), a moderna sede da Associação Comercial e Industrial (ACIC), as sedes da AREARC (Associação dos Engenheiros) e da OAB. Cianorte perde um homem com visão de futuro.

Texto: Paulo Tertulino / Foto: Andye Iore

Compartilhe: