Cianorte dá início à campanha de vacinação contra o coronavírus

 

A Secretaria de Saúde de Cianorte deu início à campanha de vacinação contra o coronavírus na tarde desta última terça-feira (19), na Unidade Básica de Saúde Newton José Magron (UBS da Zona 2), localizada na Rua Curitiba, 1.906. Nesta primeira etapa, para a região, serão 1.240 doses da CoronaVac, produzidas pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Desse total, 716 doses serão aplicadas em Cianorte.

Para o prefeito, Marco Franzato, a ocasião vai ficar na memória do município. “Estamos todos ansiosos pela vacinação. Essa chegada das primeiras doses vai marcar a história de cada um”, disse.

A abertura da campanha de vacinação contra a Covid-19 foi assinalada pela imunização de três profissionais da área de saúde que trabalham na linha de frente no enfrentamento do coronavírus. Foram vacinados: a enfermeira da Fundação Hospitalar do Paraná (FUNDHOSPAR – antiga Santa Casa) Maria Alice Rufino Fernandes Bego, o médico representante da UTI da FUNDHOSPAR Dr. Lucas Stocco, e a técnica de enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Hindaia Barbosa da Silva de Souza.

A campanha de vacinação vai continuar nos próximos dias, das 8h às 20h, conforme agendamento, até que todo o grupo seja imunizado. Lembrando que a primeira etapa de vacinação contempla vacinadores, profissionais da linha de frente do enfrentamento à Covid-19, além de idosos e trabalhadores das instituições de longa permanência.

Por conta disso, os atendimentos da UBS da Zona 2 vão ser transferidos para a Unidade Básica de Saúde José Maciel Bahia (UBS Extensão) – Travessa Itororó, 400, Centro – no período que estiver sendo realizada a vacinação.

Inicialmente, estavam previstas 2.800 doses da vacina para a região de Cianorte. Porém, a Fiocruz cancelou o envio das que seriam destinadas ao Paraná. Por conta disso, o governo do Estado teve que refazer a distribuição, ficando 1.240 doses para a região, sendo que 716 serão aplicadas em Cianorte.

É importante destacar que mesmo com o início da vacinação, é preciso que a população mantenha as orientações referentes a prevenção e combate do coronavírus, como o uso da máscara, higienização das mãos, manter o distanciamento social, entre outros.

LOGÍSTICA

Um verdadeiro esquema logístico foi organizado pela Secretaria de Estado da Saúde, juntamente com outros órgãos estaduais, para distribuir as vacinas em todo o estado.

As doses chegaram em três voos na noite da última segunda-feira (18) no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O carregamento foi transportado em caminhões da Secretaria de Estado da Saúde e da Defesa Civil para o Cemepar. As equipes trabalharam durante a madrugada para organizar as caixas com 40 frascos de doses da vacina e acondicionar em embalagens de isopor para manter a temperatura ideal para o imunizante que foram enviadas para as regionais de Saúde. O Cemepar acondicionará as demais 132.540 doses da segunda aplicação durante as próximas semanas. As vacinas ficarão em Curitiba por conta da ampla estrutura de freezers e câmaras frias, e por questões de segurança.

Três aeronaves da frota do Governo do Estado saíram na manhã desta terça-feira (19) com aproximadamente 80 mil doses para distribuição das vacinas no Interior do Paraná. Serão em torno de 15 viagens entre Curitiba e os municípios-sede de algumas regionais de Saúde. As vacinas foram retiradas nos aeroportos pelas Regionais de Saúde e encaminhadas, logo em seguida, para as prefeituras.

As doses destinadas a 13ª Regional de Saúde (RS) de Cianorte foram retiradas no Aeroporto de Maringá. Para fazer o transporte até Cianorte a equipe da 13ª RS contou com apoio do efetivo da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar.

ORGANIZAÇÃO

O trabalho organizado há meses pelas equipes da Secretaria de Estado da Saúde teve resultado prático nesta terça-feira (19). Em pouco mais de dez horas as equipes do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) organizaram, classificaram e encaminharam para as 22 Regionais de Saúde as 132.540 primeiras doses da vacina contra a Covid-19 no Paraná.

A primeira entrega ocorreu para o município de Curitiba, que concentra o maior volume de doses. A prefeitura retirou a carga diretamente no Cemepar. A saída dos imunizantes foi acompanhada pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e a secretária municipal de Curitiba, Márcia Huçulak. Ao longo do resto do dia, equipes estiveram distribuindo as doses do Interior com aviões e automóveis.

Beto Preto afirmou que a vacinação contra a Covid-19 é um processo que foi desenvolvido em parceria pelo Governo do Estado com os municípios. “Todos vão receber as doses para essa primeira etapa de vacinação. Existem secretarias que tem 30, 40 doses, e outras, como Curitiba, que tem 23 mil doses. Vamos atender a todos, porque o Paraná é um só, é o Paraná por inteiro na saúde e é o Paraná imunizado”, afirmou.

TRANSPARÊNCIA

A quantidade de doses distribuídas nesta primeira fase está disponível no anexo I do Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19. De acordo com o secretário Beto Preto, os dados de doses aplicadas serão disponibilizados assim que o Ministério da Saúde liberar os relatórios via sistema.

O Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) é de responsabilidade do Ministério da Saúde e todas as informações e dados estarão centralizadas no banco de dados. Os aplicadores de vacinas dos municípios fazem o cadastro da pessoa vacinada de forma nominal. Por isso, segundo o secretário, é fundamental que os gestores municipais disponibilizem suporte à internet e priorizem o cadastro das doses aplicadas.

Fonte: Redação Folha Regional de Cianorte com informações da Prefeitura Municipal de Cianorte e Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse