Chamado de gay, fica muito macho e tenta matar desafeto

logo-policial2

A polícia de Apucarana (a aproximadamente 140km de Cianorte) investiga um caso de acusações entre dois homens, sendo que um deles atirou no outro na última segunda-feira (3).

O motivo da briga seria uma acusação de que a vítima teria chamado o autor do disparo de gay em um bar. Os dois se encontraram numa rua do Jardim América e, ao se cumprimentarem, o acusado já teria dado o tiro.

Por sua vez, o autor do disparo justificou que como o ferido é vigia, suspeitou que ele iria puxar um revólver e teria atirado por defesa.

A vítima ficou ferida na perna direita. O acusado se apresentou hoje na delegacia acompanhado de um advogado, prestou depoimento e foi liberado para responder em liberdade.

Com informações da Tribuna do Norte

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Chamado de gay, fica muito macho e tenta matar desafeto"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*