Casa do Empreendedor oferta linhas de crédito para incentivar retomada na economia

Microempreendedores Individuais (MEI), Microempreendedores (ME), empresas que atuam no Turismo e empresas de transporte coletivo de passageiros podem solicitar linhas de crédito na Casa do Empreendedor de Cianorte (Avenida Santa Catarina, 550, Sala 2).

Segundo a secretária de Indústria, Comércio, Vestuário, Serviços e Turismo, Larissa Biggi, o incentivo vem do programa Paraná Recupera, do governo estadual, e tem como objetivo auxiliar na retomada da economia, que sofre consequências por conta do coronavírus.

“O governo do estado está disponibilizando essas linhas de crédito pelo Fomento Paraná para atender as empresas que precisam se recuperar por conta desse período de pandemia. Em Cianorte, o atendimento é feito na Casa do Empreendedor e temos um agente de crédito exclusivo para atendimento ao programa”, afirmou.

Entre os benefícios estão a suspensão de pagamentos por 60 dias para os contratos em andamento da linha de crédito Paraná Recupera, válido para contratos de até R$ 6 mil. Para a suspensão, o cliente deverá formalizar o pedido.

A reativação da linha Paraná Recupera também está disponível, mas somente para novos clientes nessa linha, com limite máximo por financiamento de até R$ 5 mil para a pessoa jurídica e de R$ 1,5 mil para pessoa física. Serão mantidas as mesmas condições de análise simplificada, com juros de 4,39% ao ano ou 0,36% ao mês.

Para o fomento ao Turismo, estão sendo ofertados financiamentos com taxas de juros reduzidas para apoiar micro, pequenas, médias e grandes empresas ligadas ao setor, destinados a obras, investimentos e capital de giro. Podem se enquadrar no programa empresas inscritas no CADASTUR, do Ministério do Turismo.

O valor do crédito vai de R$ 20,1 mil a R$ 2 milhões para investimentos fixos e até 500 mil para capital de giro, com opção de garantia do Fundo de Aval Garantidor, taxa de juros de 5% ao ano. O prazo de pagamento é de até 48 meses para capital de giro, 60 meses para aquisição de bens e 120 meses para obras de investimento. E a carência é de até 12 meses para capital de giro ou bens e até 24 meses para obras de investimento.

Empresas de transporte coletivo de passageiros também podem solicitar crédito. É necessário possuir documento de autorização municipal para a atividade de transporte de passageiros válido para o ano de 2020. O prazo de carência é de 9 meses e mais 36 meses para pagamento, com juros de 0,40% ao mês. Também está disponível crédito de até R$ 5 mil para empreendedores que não possuem CNPJ e que iniciaram nesta atividade produtiva antes de 31/12/2019.

Os Microempreendedores Individuais e Microempreendedores também podem solicitar crédito pelo programa. Os valores disponíveis vão de R$ 5 a R$ 20 mil dependendo do tipo e do tempo de formalização.

O Banco da Mulher Paranaense também oferta microcrédito para a realização de investimentos como obras de construção, reformas, aquisição de maquinário, equipamentos, mobiliário, layout e capital de giro, para formação de estoques e manutenção do empreendimento. O valor máximo varia de R$ 10 a R$ 20 mil, conforme o tempo de atividade de cada negócio. A taxa de juros a partir de 0,76% ao mês e prazo de pagamento de até 36 meses.

O Microcrédito Fácil é a linha ideal para o empreendedor informal, MEI ou microempresa. É destinado a quem tem um faturamento de até R$ 360 mil ao ano, para obter capital de giro ou para investir na implantação, manutenção ou ampliação do negócio. O valor máximo varia de R$ 10 a R$ 20 mil, com taxa de juros a partir de 0,91% ao mês e prazo de pagamento de até 36 meses.

SERVIÇO

Mais informações na Casa do Empreendedor ou com o agente de crédito Rafael, pelo telefone (44) 99126-9918.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse