Campanha busca incentivar alimentação e hábitos saudáveis entre os cianortenses

Lançada nessa semana pelo COMSEA e pela CAISAN, iniciativa irá tratar assuntos relacionados ao tema nos meios de comunicação locais

Uma das garantias asseguradas a todas as pessoas pela legislação é o acesso a orientações para o enfrentamento ao sobrepeso, obesidade e contaminação de alimentos e outras doenças consequentes da alimentação inadequada. Com base nesse preceito legal associado a norma constitucional, que determina que a alimentação apropriada é um direito básico do cidadão, o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA) e a Câmara Intersetorial Municipal (CAISAN), lançam, nessa semana, a Campanha “Cianorte + Saudável”.

A iniciativa está baseada em um dos eixos do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (PLAMSAN), em vigor desde julho deste ano, que propõe elaborar e divulgar por meio de instrumentos de comunicação as vantagens da alimentação saudável e balanceada e as possibilidades para que esse objetivo seja atingido, como por exemplo, tratando dos incentivos fornecidos ao pequeno produtor rural; dos projetos e programas nutricionais desenvolvidos no âmbito municipal; e orientando sobre o desperdício de alimentos durante o manuseio e processamento.

“A ‘Cianorte + Saudável’ é uma parceria estabelecida entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde, Assistência Social e Agricultura e a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cianorte”, informa a nutricionista e integrante do COMSEA, Fabiana Oliveira Garcia. A cada mês uma das pastas irá pautar um dos assuntos objetivados pelo Plano. “A partir disso, a equipe de Comunicação irá produzir o material informativo, que deverá ser divulgado nos últimos finais de semana de cada mês”, esclarece.

De acordo com a nutricionista, entre os assuntos que devem ser abordados, estão a produção agroecológica e a agricultura familiar de modo a favorecer o acesso da população a alimentos mais adequados e diferenciados; o desperdício de comida; o incentivo a uma alimentação cada vez mais diversa nas escolas; entre outros, “sempre tendo como base as práticas alimentares que respeitem particularidades da nossa região”, salienta Fabiana.

As publicações dos materiais além de serem realizadas no site oficial da Prefeitura e nas redes sociais, também terão o objetivo de pautar os órgãos da imprensa. “Estas serão ferramentas importantes de acesso direto às pessoas para incentivarmos novas formas de produção e os hábitos saudáveis de consumo”, finaliza Fabiana. A previsão de duração das publicações da campanha, que contará com identidade visual própria, é de quatro anos e os primeiros conteúdos começam a ser publicados em setembro.

DEMAIS ESTRATÉGIAS

Além da “Cianorte + Saudável”, o PLAMSAN até o término da sua vigência, – em 2021 – pretende concretizar oito desafios que requerem uma série de ações que envolvem órgãos estaduais e municipais e a sociedade. Entre elas estão a ampliação da disponibilidade hídrica; a prevenção dos agravos decorrentes da má alimentação; a viabilização da inclusão produtiva rural em grupos populacionais específicos; e a promoção e a educação alimentar adequada e saudável.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Cianorte

Compartilhe: