Caminhada na natureza deve ser nova atração turística

Proposta foi levantada durante o 1º Encontro sobre Horticultura e Turismo Rural da região de Cianorte

Proposta foi levantada durante o 1º Encontro sobre Horticultura e Turismo Rural da região de Cianorte

Em Cianorte, a prática da caminhada em breve deve ganhar um novo status: de turismo. A iniciativa é da Associação dos Produtores de Flores e Turismo Rural de Cianorte (Aflotur) e do Instituto Emater, que pretende implantar no município o projeto Caminhada na Natureza que, coordenado mundialmente pela Federação Internacional de Esportes Populares, deverá oferecer uma opção diferente de passeio para aqueles que queiram visitar a Capital do Vestuário.
A proposta de desenvolvimento da iniciativa foi exposta nesta terça-feira (12), pela representante do Emater, Ivaldete Zarpellon, durante o 1º Encontro sobre Horticultura e Turismo Rural da Região de Cianorte.
“Pudemos conhecer como se desenvolvem as caminhadas que acontecem no mundo inteiro e reúnem grande público. Ficamos muito interessados em realizar por aqui também, uma vez que, baseados nas características que ela apontou serem necessárias para sua realização, enxergamos grande potencial em Cianorte”, apontou o membro da Aflotur, Julio Hamamoto. Segundo ele, de início dois roteiros já foram pensados. “Agora vamos nos reunir para de fato analisar a viabilidade destes circuitos e também para recebermos formação e dar continuidade aos trabalhos”, conta.

COMO FUNCIONA?
A caminhada na natureza não é uma modalidade competitiva, o que permite ao participante contemplar com tranquilidade as belezas naturais a sua volta, além de proporcionar que o mesmo conheça as propriedades rurais, interaja com as famílias dos agricultores e conheça melhor a cultura e a produção local.
Os circuitos possuem entre 9 e 12 km e se desenvolvem em diferentes espaços definidos por técnicos e produtores rurais. No trajeto podem ser inclusos atrativos naturais, propriedades rurais e riquezas culturais. “Além de divulgarmos a nossa cidade, através do turismo, as atividades proporcionam que o agricultor familiar tenha a oportunidade de oferecer e divulgar seus produtos e serviços”, expressa Hamamoto.

ENCONTRO
Além deste, o evento, que ocorreu no Pesqueiro Pantanal, também tratou de outros assuntos correlatos à temática Entre eles, o cultivo de flores, a correção de solos para a horticultura, turismo rural, cultivo de bonsai e o uso da hidroponia na horticultura. Mais de 150 pessoas participaram da ocasião, superando as expectativas dos organizadores.
Para o secretário de agricultura, Waldiley Domingos, o evento deve colaborar com o desenvolvimento das atividades no município. “Ações formativas como essas só vem a contribuir como que temos realizado até o momento. Enquanto órgão público gestor, temos oferecido condições aos pequenos agricultores no plantio de mandioca, na doação de adubo, na consultoria especializada, entre outras ações, para que o turismo rural e a horticultura se desenvolva”, afirmou.

Texto: Da Redação / Foto: Julio Hamamoto/Aflotur

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Caminhada na natureza deve ser nova atração turística"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*