Câmara aprova Previdência Complementar para os servidores públicos municipais de Cianorte

A adesão e a permanência no regime são facultativas; objetivo é cumprir a Emenda Constitucional nº 103/2019, que prevê que até 11/11/2021, estados e municípios ofereceram a Previdência Complementar aos servidores

Na sessão ordinária desta segunda-feira, 27, foi aprovado em segundo turno e redação final, por unanimidade, o Projeto de Lei Complementar 25/2021 – de autoria da Prefeitura de Cianorte – que institui o Regime de Previdência Complementar para os servidores públicos da cidade. A adesão e a permanência no regime é facultativa, ou seja, o servidor que escolhe se adere ou não.

O objetivo, segundo o projeto, é cumprir a Emenda Constitucional nº 103/2019, que prevê que até 11/11/2021, estados e municípios ofereceram a Previdência Complementar aos servidores, conforme disposto no artigo 40, da Constituição Federal de 1988.

De acordo com a proposta, o valor dos benefícios de aposentadoria e pensão, a partir da data de início da efetiva vigência do Regime de Previdência Complementar, não poderá superar o limite máximo dos benefícios pagos pelo Regime Geral de Previdência Social.

O texto prevê ainda, que os servidores nomeados, a partir da vigência da lei, estarão automaticamente sujeitos às regras do regime de previdência complementar e, não havendo manifestação contrária, desde o início do exercício no cargo, serão inscritos como participante patrocinado. Contudo, poderá pedir o cancelamento em até 90 dias da data da inscrição. Já os servidores que ingressaram antes da vigência da lei, terão a opção de participar como participante não patrocinado.

A contribuição do participante patrocinado, que ingressou a partir da vigência da lei, será de até 8,5%, sobre a base de contribuição que exceder do valor máximo dos benefícios do regime geral, com a contribuição do patrocinador (Câmara, Prefeitura e Capseci) igual. Já do participante não patrocinado, que ingressou antes da vigência da lei, a contribuição será com percentual livre, desde que não inferior a 1% da base de contribuição. Além disso, serão admitidas contribuições de risco, voluntárias e aportes adicionais, por parte do participante, sem contrapartida do patrocinador.

No prazo de 60 dias, após a publicação da lei no Diário Oficial, a Prefeitura deverá nomear uma comissão executiva para celebrar convênio com entidade fechada de previdência complementar, que será responsável pela gestão, bem como implantação do Regime de Previdência Complementar.

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Câmara aprova Previdência Complementar para os servidores públicos municipais de Cianorte"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*