Brasil cria mais de 790 mil vagas com carteira assinada em 2018

O mercado de trabalho brasileiro segue dando sinais claros de recuperação. Apenas nos dez primeiros meses do ano, foram criados 790.579 empregos com carteira assinada no País, o melhor resultado para o período desde 2015. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira (21) pelo Ministério do Trabalho.

Em outubro, o saldo positivo do mercado de trabalho foi de 57.733 postos de trabalho formais, com um crescimento de 0,15% em relação ao mês anterior. Já no acumulado dos últimos 12 meses, o balanço apresenta 444.483 vagas geradas.

SETORES

Seis dos oito setores econômicos do País registraram alta no número de postos com carteira assinada em outubro. O destaque ficou com o comércio, que teve 34.133 vagas de trabalho criadas. Na sequência aparecem o setor de serviços, com 28.759 empregos criados, e a indústria de transformação, com 7.048 postos formais de trabalho.

REGIÕES

Quatro das cinco regiões do Brasil apresentaram saldo positivo entre admissões no décimo mês do ano. O mercado de trabalho registrou crescimento nas regiões Sul (25.999 vagas), Sudeste (15.988), Nordeste (13.426) e Norte (2.379). Na região Centro-Oeste, houve uma leve queda de 59 postos de trabalho.

ESTADOS

Dentre as 27 unidades federativas do País, 23 apresentaram alta no número de vínculos empregatícios. Os melhores resultados ficaram com São Paulo (13.088 postos), Santa Catarina (9.743), Rio Grande do Sul (9.319), Paraná (6.937) e Ceará (3.669).

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

Compartilhe: