BATEU é implantado na malha rodoviária estadual e sistema é aprimorado para uso no trânsito urbano

O Boletim Unificado de Acidente de Trânsito (BATEU) foi ampliado para atender os mais de 12 mil quilômetros de estradas estaduais do Paraná. Agora, o usuário que se envolver em um acidente de trânsito que não tenha deixado pessoas feridas pode fazer o registro pela internet, sem a necessidade de aguardar uma viatura no local. Além disso, o sistema que já funciona para acidentes em área urbana também ganhou uma nova funcionalidade: o registro de acidentes envolvendo bicicletas e patinetes elétricos.

A solenidade de ampliação do serviço foi nesta segunda-feira (16/12) na sede do Detran, em Curitiba. Com o BATEU, o usuário não precisará deslocar até um Posto Rodoviário do BPRv para fazer o registro do acidente de trânsito (sem vítimas, com até quatro veículos e oito pessoas envolvidas). Por meio do site da Polícia Militar (www.pmpr.pr.gov.br) pode-se fazer o documento e adicionar fotos do local do acidente.

Para o Comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), tenente-coronel Olavo Vianei Francischetti Nunes, o recurso vai facilitar a vida dos motoristas e demais usuários das rodovias estaduais. “O foco é o cidadão em si, proporcionar ferramentas e recursos que facilitem o acesso aos serviços públicos. A principal facilidade é que o usuário evitará custos e poderá fazer desde casa, a mobilidade está garantida”, disse.

O Diretor do Detran, coronel Cesar Vinicius Kogut, acredita que é cada vez mais necessário aplicar a tecnologia em favor de melhorias a população. “Temos que pensar em medidas preventivas na área de engenharia e educação, esse avanço é significativo para Curitiba que terá muitas novidades na área de acessibilidade e facilidade ao ciclista para circular e ter apoio, estamos tentando evoluir para melhor atender o cidadão”, disse.

TRÂNSITO URBANO

Em funcionamento desde 2012 na área urbana, o BATEU passou por adequações e a mais recente foi a inclusão da bicicleta e de outros veículos de propulsão humana, além do patinete elétrico, cada vez mais comuns no trânsito das cidades. “Essa atualização veio complementar justamente isso, e atende também as necessidades da população que usa também as carroças, que são bastante utilizadas no interior, como no ambiente rural em si”, disse.

O capitão Anderson Martins de Oliveira, do Centro de Operações Policiais Militares (COPOM), destaca que as funcionalidades do BATEU permitam que haja maior celeridade nos trâmites administrativos, desonerando também o deslocamento de viatura e equipe policial para acidentes sem vítimas nas rodovias. “Em torno de 46% dos acidentes são sem vítimas, então vai diminuir bastante essa demanda pelo PM nas rodovias estaduais”, disse.

Fonte: Marcia Santos – Assessoria de Comunicação da Polícia Militar do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse