Bancos têm maior confiança nos empreendedores com mais idade

A 11ª edição da Pesquisa de Impacto, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, revela que donos de pequenos negócios com mais de 65 anos conseguem mais crédito.

A experiência de vida dos empreendedores, além de ajudar na gestão do negócio, também contribui para a obtenção de crédito junto às instituições financeiras. De acordo com a 11ª edição da pesquisa “O Impacto da pandemia do coronavírus nos Pequenos Negócios”, realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), 66% dos empreendedores com mais de 65 anos, que procuraram crédito, conseguiram empréstimos. Esse resultado é bem superior à média de sucesso, que é de 52%.

Quando comparada com os empreendedores mais novos, a diferença é ainda maior. Entre os donos de pequenos negócios com até 24 anos, as respostas positivas são dadas em 35% das solicitações, uma diferença de 86%. “Além de muitos empreendedores da terceira idade já estarem à frente de um negócio há mais tempo e terem mais experiência de gestão, os bancos levam em consideração o histórico bancário na hora de conceder um empréstimo, o que influencia diretamente nesse resultado”, frisa o presidente do Sebrae, Carlos Melles.
De acordo com a pesquisa, a taxa de sucesso no pedido de crédito aumenta conforme cresce a idade do empreendedor. Para o público de 36 e 45 anos, as respostas foram afirmativas em 51%; entre os de 46 e 55 anos, 53% de sucesso e entre a faixa de 56 e 65 anos, 57%. Além dos empreendedores da 3ª idade, as mulheres também recebem mais respostas positivas do que os homens. Enquanto elas têm uma taxa de sucesso em 54% das solicitações, entre os homens, esse percentual cai para metade das solicitações.

Evolução crédito
Desde abril do ano passado, as pesquisas de impacto realizadas pelo Sebrae têm detectado um aumento na solicitação e na concessão de crédito para os pequenos negócios. Em abril do ano passado, 30% das empresas procuravam crédito, mas apenas 11% conseguiam uma resposta positiva. Já até maio deste, metade dos pequenos negócios já haviam recorrido a crédito e destes, 52% atingiram seu objetivo. A expectativa é que a procura por crédito aumente ainda mais. De acordo com a 11ª edição da pesquisa, entre os empreendedores que procuraram crédito desde o início da pandemia, 45% deles recorreram as instituições financeiras em 2021.

Mês do crédito
O Sebrae realizou, no mês de junho, um conjunto de ações voltadas a orientar os empreendedores sobre questões relacionadas ao crédito e à gestão financeira de seus negócios. Uma das iniciativas foi o lançamento do portal Radar Financeiro. A página traz uma série de conteúdos interativos sobre crédito e finanças, onde os usuários podem saber mais sobre as diversas opções de crédito existentes no mercado, entender se a empresa precisa – realmente – de um empréstimo, conhecer alguns mitos e verdades que envolvem o tema, além de acessar vídeos, textos e cursos online gratuitos sobre o assunto. Confira também, no Instagram do Sebrae, uma série de eventos online realizados ao longo de todo o mês com especialistas convidados.

Mês do crédito

O Sebrae realizou, no mês de junho, um conjunto de ações voltadas a orientar os empreendedores sobre questões relacionadas ao crédito e à gestão financeira de seus negócios. Uma das iniciativas foi o lançamento do portal Radar Financeiro. A página traz uma série de conteúdos interativos sobre crédito e finanças, onde os usuários podem saber mais sobre as diversas opções de crédito existentes no mercado, entender se a empresa precisa – realmente – de um empréstimo, conhecer alguns mitos e verdades que envolvem o tema, além de acessar vídeos, textos e cursos online gratuitos sobre o assunto. Confira também, no Instagram do Sebrae, uma série de eventos online realizados ao longo de todo o mês com especialistas convidados.

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse