Balanço Mensal de fevereiro apresenta excelente desempenho pela 5ª CIPM

 

No mês de fevereiro de 2020, a 5ª CIPM apresentou números positivos mantendo a redução no índice de furtos, resultado do patrulhamento preventivo efetuado por esta Unidade, além das operações realizadas visando coibir os mais diversos delitos.

Em fevereiro, houve uma redução de 15,13% nos furtos quando comparados ao ano anterior, 119 casos em 2019 e 101 em 2020, para o mesmo período. Além da redução nos índices de furto, de forma geral, também houve uma redução no número de veículos furtados/roubados, um total de 35%. No ano de 2019, 17 veículos foram furtados/roubados no mês de fevereiro, já no ano de 2020, 11 veículos foram levados.

Contudo, a Companhia têm se dedicado a coibir esse delito e, através de ações rápidas dos policiais, levantamento de informações pelas equipes e denúncias realizadas pela população foi possível recuperar 15 veículos neste período, revelando um aumento de 50% quando comparado com o mês de fevereiro de 2019 (10 veículos recuperados).

Enfatiza-se a participação da população que auxilia através de denúncias, podendo ser realizadas de forma anônima, através dos telefones 190 ou 181, ajudando no combate à criminalidade.

Além de operações visando reprimir o tráfico de drogas, ações têm sido realizadas para combater o contrabando e descaminho no município e região. Destaca-se, neste mês, a apreensão de 1450 (mil quatrocentos e cinquenta) pacotes de cigarro contrabandeados do Paraguai, resultando na prisão de um homem.

Ainda, no corrente mês, foram retiradas de circulação 03 (três) armas de fogo, 14 (quatorze) pessoas foram presas por cumprimento de mandado judicial e 16 (dezesseis) pessoas por uso ou tráfico de drogas.

Por fim, o Comando da Unidade afirma que os excelentes resultados apresentados pela 5ª CIPM são fruto do comprometimento dos policiais que se dedicam a dar uma resposta à população de Cianorte e região.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Policia Militar

Banner Edplants, Acesse