Atletas do Talento Olímpico do Paraná brilham nos Jogos Abertos


Os 61º Jogos Abertos do Paraná (JAPS), iniciados no último dia 21, seguem até o dia 30 de setembro. Dezenas de medalhas já foram distribuídas, muitas delas para os atletas-bolsistas do Talento Olímpico do Paraná (TOP 2020), que representam a elite esportiva do Estado e vêm se destacando em eventos regionais, nacionais e internacionais.

NATAÇÃO

A exemplo das irmãs Beatriz e Débora Borges Carneiro. Elas realizaram suas melhores marcas e ajudaram a equipe de Maringá a conquistar o segundo lugar geral no feminino. Beatriz faturou duas medalhas de prata, sendo uma nos 200m peito e a outra no revezamento 4×100 medley. Débora conquistou quatro medalhas, bronze nos 800 livre e nos 100 peito e prata nos revezamentos 4×50 livre e 4×100 livre. Detalhe: as jovens são atletas do paradesporto, classe S14, para deficientes intelectuais, e competiram contra atletas regulares.

ATLETISMO

Outro TOP em destaque foi Edevaldo Pereira, também atleta paraolímpico, que garantiu o ouro no lançamento do dardo com a melhor marca de sua carreira: 56m16. Artur Terezan por sua vez conquistou cinco medalhas e bateu o recorde na prova dos 400m com barreiras, com o tempo de 51s66 que perdurava desde 1991. No feminino, Lívia Avancini, representante de Londrina, quebrou recorde no arremesso de peso por três vezes durante a competição, atingindo a marca de 16,12m. Ela ainda levou ouro no lançamento do disco.

“O resultado foi dentro do que eu esperava para o final de temporada e minha última competição do ano. No disco consegui manter a média das minhas marcas. No peso o objetivo era quebrar o recorde e consegui três vezes na sequência e nos próximos Jogos Abertos vou tentar melhorar ainda mais”, comentou Lívia.

GINÁSTICA RÍTMICA

O brilho de Heloisa Bornal, da equipe de Londrina, contagiou a disputa. Ela foi estrela da competição, faturando ouro em tudo o que disputou: campeã por equipe (71,750 pontos), no conjunto cinco arcos (24,350 pontos), individual geral (com 28,000 pontos) e nos aparelhos maças (15,000) e fita (15,000). Heloisa viaja agora para disputar o Campeonato Pan-Americano. “O abertos serviu como treino e treino-controle, é uma experiência, é muito bom entrar na quadra”, ressaltou.

BADMINTON

Para fechar essa lista com alguns dos atletas TOP 2020, entre tantos outros, que dominaram os JAPS, Alisson Vasconcelos foi campeão no individual, nas duplas masculinas e prata na dupla mista.

O Talento Olímpico do Paraná é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo (SEET), com o patrocínio da Copel.

Fonte: Jaqueline Dubas-SEET

Compartilhe: