Após ser transferido de setor, servidor público agride prefeito de Rondon e funcionários da prefeitura

Um servidor público de Rondon, no noroeste do Paraná, foi preso em flagrante após ameaçar e agredir o prefeito e três funcionários da prefeitura na última segunda-feira (4).

De acordo com a Polícia Militar (PM), a confusão ocorreu porque o suspeito, que tem 53 anos, não gostou de ter sido transferido de setor. Por meio de nota, a defesa do servidor disse que as informações estão distorcidas e totalmente fora de contexto. “A verdade prevalecerá ao longo da instrução processual”, finalizou a nota.

O servidor, que até o fim de 2019 trabalhava na Secretaria Municipal da Saúde, começou 2021 trabalhando na Secretaria de Obras. Ao chegar para trabalhar no primeiro dia útil do ano foi informado que trabalharia com um caminhão, o que não o agradou.

Conforme a polícia, no setor de Obras discutiu e agrediu o primeiro servidor. Depois disso, foi até a Secretaria da Saúde porque soube o que o prefeito Roberto Corredato (PSD) estaria lá. Ao não encontrar o chefe do Executivo no local, discutiu e bateu em outro funcionário.

O servidor então seguiu para a prefeitura onde encontrou Corredato no departamento de Recursos Humanos. Conforme o prefeito e outras testemunhas, o servidor estava com uma faca .

Os dois discutiram, se empurraram e houve agressão física. Corredato disse que o chefe de gabinete tentou afastar o servidor, mas também foi agredido.

O suspeito foi preso em flagrante quando deixava o prédio da prefeitura. Ele foi levado à delegacia de Cidade Gaúcha, onde segue preso nesta última terça-feira (5).

Roberto Corredato contou que aprovou a mudança porque recebeu diversas reclamações sobre o mau comportamento do servidor.

O município abriu um procedimento administrativo contra o funcionário público e o afastou das funções por 60 dias.

Fonte: G1 Norte Noroeste / Foto: Raphael Costa/RPC

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse