Após denúncia anônima, homem é preso com maconha, crack e cocaína em Cianorte

A equipe policial militar (RPA), no último sábado (10/07) de posse de informações anônima repassada diretamente à equipe, que um indivíduo trajando camiseta polo de cor branca e shorts de cor marrom, estaria realizando a venda de entorpecentes do tipo crack e maconha na esquina de uma praça situada na rua uirapuru, local este já conhecido pelas equipes policiais, local usado por traficantes para realizarem a venda de entorpecentes.

Diante a informação a equipe deslocou até o local e localizou o suspeito maior, (23 anos), sendo então realizado abordagem dele, que após busca pessoal nada de ilícito foi localizado, apenas a quantia de R$ 57,00 (cinquenta e sete reais). Perguntado a ele sobre a venda do entorpecente ele alegou que o dinheiro seria da venda de pedras de crack que ele já havia vendido, e que não teria mais nada em sua posse.

Perguntado a ele se havia mais entorpecentes em sua residência, ele disse que não, que a equipe poderia ir até sua residência, em um primeiro momento o rapaz deu um endereço incorreto, porém as equipes tinham conhecimento do endereço certo, com a chegada da equipe a residência o suspeito já relatou a equipe que possuía determinada quantidade de maconha, crack e cocaína, tendo então autorizado a revista domiciliar no local.

Após iniciar a revista domiciliar a equipe localizou aproximadamente a quantia de 355g (trezentos e cinquenta e cinco gramas)  de maconha localizada dentro de uma sacola branca em cima do guarda roupa, 10 (dez) porções de crack embaladas em papel alumínio dentro de um pacote plástico transparente, pesando aproximadamente 0.014 (um grama e quatrocentos miligramas) e 04 (quatro) porções de cocaína pesando aproximadamente 0.52 (cinco gramas e duzentas miligramas) localizadas embaixo de peças de roupas no interior do guarda roupa, tendo ele assumido a propriedade dos entorpecentes localizados. Continuando as buscas, foram localizados dentro da gaveta de uma cômoda uma faca com resquícios de maconha e um rolo de papel filme transparente possivelmente utilizado para embalar porções de maconha, e ainda relatou a equipe que estaria realizando a venda para comprar uma motocicleta.

Diante dos fatos o suspeito recebeu voz de prisão, e juntamente com os entorpecentes apreendidos e objetos foram encaminhados a 21ª subdivisão de policia Civil, para providências da polícia judiciária.

AGRESSÃO

Neste domingo (11/07), por volta das 17h30min, policiais militares foram acionados para comparecerem na Av. Ceará pois, segundo informações, uma mulher teria sido vítima de violência doméstica e o autor se evadiu do local.

Assim, ao se aproximarem do endereço, foi possível observar populares indicando em direção à Rua Murici, mencionando que o suposto autor estaria se evadindo a pé.

Em ato contínuo, o indivíduo foi localizado, na Rua Mário José Góes, onde foi abordado, sendo um jovem de 22 anos.

Ao ser questionado sobre os fatos e sobre as agressões contra a vítima de apenas 16 anos, informou que não teria a agredido e relatou que o genitor de sua convivente é quem teria.

Posteriormente, os policiais deslocaram até a Av. Ceará e, em contato com a vítima, ela relatou que na tarde de hoje houve uma discussão com seu marido, o qual passou a agredi-la com socos nas costas e no peito e que a violência teria acontecido no interior da residência onde moram, localizada na Rua José Buzo.

Ainda, informou que ao se ver em apuros com sua bebê de 04 meses de vida, solicitou ajuda de seu pai (42 anos). Este compareceu na residência e, ao observar o ambiente conflituoso, se alterou e também a agrediu, com tapas nas costas, se retirando do local em seguida.

Diante dos fatos e dos relatos, o convivente da jovem recebeu voz de prisão e foi conduzido para a UPA, juntamente com a vítima, para exames e laudo de lesão corporal.

Durante os procedimentos, o pai da menina se dirigiu aos policiais para verificar sobre o ocorrido, sendo novamente apontado pela jovem como autor de parte das agressões que sofrera na data de ontem, momento em que também recebeu voz de prisão.

Por fim, as partes foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil de Cianorte para os procedimentos pertinentes.

Fonte: Noti-cia.com com informações da Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Banner Edplants, Acesse