Ao ser abordada mulher esconde 100 buchas de cocaína no shorts da filha de 11 anos

Por volta das 20h da última sexta-feira (12), a equipe ROTAM do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) realizava a Operação Vida na cidade de Tapejara. Operação essa, com a realização de diversas abordagens a estabelecimentos comerciais bem como a veículos.

No cruzamento das Avenidas Rui Barbosa com a Central a equipe visualizou uma caminhonete Amarok com emplacamento do Município de Nova Olímpia. veículo este que possui diversas denúncias que estaria sendo utilizado para o tráfico de entorpecentes. Em seguida foi dado voz de abordagem ao referido veículo que acatou a ordem de parada. Sendo identificada a condutora de 35 anos e como passageiros seus filhos, uma menina de 11 anos e um menino de 5 anos.

Entretanto antes dos ocupantes do veículo desembarcarem do veículo foi constatado pela equipe que a condutora havia entregue algo para sua filha esconder. Em ato contínuo foi realizada a busca no veículo não sendo nada de ilícito constatado, apenas valendo ressaltar que no interior do veículo havia uma bolsa na cor laranja com uma certa quantia em dinheiro, ficando a referida bolsa sob tutela da proprietária no momento da abordagem.

Na sequência foi realizada a consulta no sistema para verificar a situação de débitos da caminhonete, sendo constatado que o referido veículo possui débitos de licenciamento. Diante dos fatos foi solicitado apoio de outra viatura composta por uma policial militar feminina para a condução dos envolvidos e também solicitado apoio da equipe do conselho tutelar, tendo em vista que os filhos da condutora do veículo são menores de idade.

Ao chegar no destacamento policial militar a mulher começou a demonstrar muito nervosismo ao ser informada que a policial feminina iria fazer a busca pessoal na mesma bem como em sua filha. Revista esta que foi realizada em uma sala reservada do destacamento, sendo que com a mulher nada de ilícito foi encontrado, porém ao ser realizada a revista pessoal na criança de 11 anos, foi encontrado na cintura preso ao cós de sua bermuda, dois invólucros plásticos na cor transparente contendo 100 buchas de substância análoga a cocaína pesando aproximadamente 108 gramas.

Diante da situação de flagrante foi dado voz de prisão a mulher e na sequência encaminhada juntamente com o entorpecente apreendido até a 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Cruzeiro do Oeste para as devidas providências cabíveis.

Valendo ressaltar que o dinheiro foi contabilizado contendo a quantia de R$6.251.10 (seis mil reais e duzentos e cinquenta e um reais e dez centavos). E dois cheques do Banco Itaú nos valores de R$500,00 (quinhentos reais) cada em nome de terceiro. Outro fato importante a ser destacado é que as crianças foram liberadas ficando sobre a responsabilidade da mãe da mulher conduzida.

Além da droga, do dinheiro e os cheques, a mulher estava sob o poder de alguns documentos em nome de terceiros sendo uma identidade em nome de um terceiro que ao ser realizada a consulta verificou-se que possui mandado de prisão em aberto por estupro de vulnerável e o segundo documento sendo RG e cartão de crédito Banco Bradesco em nome de outra pessoa que possui boletim por usuária de drogas.

Fonte: Comunicação Social do 7º Batalhão de Polícia Militar

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse