Ano novo chega com produtos e serviços mais caros

simuladorAlém dos tradicionais impostos – como o Imposto sobre a Propriedade de Veículos (IPVA) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) – e gastos com material escolar no começo do ano, os brasileiros começam 2014 com produtos e serviços mais caros em alguns setores.

A resolução 444/2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina que as autoescolas usem simuladores de direção (foto) no processo de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isso passa a valer a partir de hoje e vai aumentar o custo de tirar a CNH, já que as autoescolas precisam comprar os simuladores, que custam em torno de R$ 40 mil cada aparelho. O novo sistema é como um vídeo game que simula situações com o veículo em movimento no trânsito. O condutor deve fazer cinco aulas de 30 minutos cada uma.

Já os próprios veículos estão mais caros a partir de hoje por dois motivos: o fim do desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e também a determinação do Contran de que todos os automóveis 0km saiam das fábricas com air bag duplo frontal e freios ABS. Com isso, o valor dos carros deve subir entre 4 e 8%.
O fim do IPI também afeta outro setor.  Móveis e eletrodomésticos também passam a não ter mais o desconto no imposto e voltam a ter seus preços normais a partir de hoje nas lojas.

Outra taxa que teve alteração foi o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para quem faz compras no exterior, já valendo desde a semana passada. O governo aumentou de 0,38% para 6,38% para quem faz saques de moeda estrangeira, usa cartão de débito no exterior ou usa cheques de viagem (traveller checks).

(Texto: Andye Iore / Foto: divulgação)

Compartilhe: