Agrinho terá corrida de drones e atrações tecnológicas e culturais


Está chegando o momento da grande festa da educação paranaense. No dia 5 de novembro acontece a premiação do Concurso Agrinho 2018, promovido pelo Sistema FAEP/SENAR-PR com inúmeros parceiros. Conforme os anos anteriores, milhares de professores, estudantes, pais, autoridades e lideranças rurais de todas as regiões do Paraná irão participar do evento realizado no ExpoTrade, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. São esperadas 1,5 mil pessoas e 23 caravanas de diversas cidades.

Uma das características do evento é trazer novidades tecnológicas para entreter e encantar aos visitantes. Assim que chegarem, o público será recebido em um tapete verde, onde os professores e estudantes finalistas serão filmados em super slow-motion (câmera lenta), para que quando subam ao palco para a premiação, a cena seja exibida em um telão. Ainda na chegada os participantes também poderão tirar uma foto em um painel de fundo em três dimensões com temas do campo.

Os jovens poderão participar ainda de uma oficina de cupcake (bolinho) na praça de alimentação do evento. Outra novidade é uma corrida de mini-drones, que irão percorrer um circuito repleto de obstáculos com totens, que trazem conceitos da agropecuária. Desta forma, em uma encruzilhada, os competidores terão de escolher entre fruticultura e horticultura, por exemplo. Cada pequena máquina voadora representará um personagem do programa: Agrinho, seu irmão Nando e sua irmã Aninha.

Alinhada com o tema do evento deste ano “Nutrindo o Planeta”, também foi instalada uma “cascata digital”, cuja água irá formar palavras-chave do Programa Agrinho, como “ética” e “cidadania”. Os visitantes também poderão pedalar para preparar seus sucos, em bicicletas adaptadas com liquidificadores, que batem a bebida no ritmo das pedaladas. Pela primeira vez, os vencedores receberão certificados de premiação.

A atração musical ficará por conta da cantora curitibana Raissa Fayet, que tem um trabalho reconhecido nacionalmente na área da Música Popular Brasileira (MPB). Ela dividirá o palco com o grupo Felchak, que une música, dança e artes circenses.

A programação inclui a premiação dos vencedores nas diversas categorias do Concurso Agrinho 2018.

PROGRAMA

Como acontece em todas as edições, desde que o programa foi criado, há 23 anos, o Agrinho encaminha seu material didático para as escolas paranaense para que seja usado de forma complementar, aliando aos conteúdos tradicionais – como matemática, português, geografia, etc. – a temas transversais como cidadania, meio ambiente, ética e saúde.

Ao longo do ano letivo, os docentes desenvolvem atividades com os estudantes com base nos materiais do programa. O relato destas ações é avaliado na categoria Experiências Pedagógicas, que premia quatro professores da rede pública, um da rede particular e um na categoria Agrinho Solos, que voltam aos seus municípios de carro novo.

AGRINHO EM NÚMEROS:

24 milhões de materiais foram distribuídos aos alunos ao logo dos 23 anos do Programa Agrinho;

5,3 mil eventos realizados em todo o Estado para capacitar 285 mil professores na modalidade presencial;

33 mil professores foram capacitados na modalidade Ensino à Distância (EAD);

7.003 trabalhos inscritos na edição 2018 do Concurso Agrinho. Posteriormente a triagem, 5.301 trabalhos foram aceitos.

800 mil alunos e 50 mil professores, das redes pública e privada, em todo o Estado são envolvidos anualmente no Programa Agrinho.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sistema FAEP

Compartilhe: