Adolescentes infratores de Cianorte são transferidos

cap claudio02A sociedade cobra, as polícias apreendem os adolescentes infratores e, aos poucos, a situação ganha novos quadros. Isso porque três adolescentes apreendidos em Cianorte foram internados em dois Centros Socioeducativo (Cense) nos últimos 40 dias, sendo dois em Cascavel e um em Londrina. O que é mais que todo 2015, já que no ano passado somente um adolescente infrator em Cianorte foi internado.

E esses jovens internados são reincidentes em crimes e tem ligações ou são autores de assassinatos. O que motivou um amplo debate em Cianorte envolvendo polícias, políticos, imprensa e diferentes setores da sociedade. A Câmara de Vereadores já pediu via ofício a construção de um Cense em Cianorte e o deputado estadual Jonas Guimarães tem buscado articulações em Curitiba para tal.

Apesar de não resolver o problema, a discussão pública e divulgação pela imprensa acaba tendo um lado positivo. “Essa mobilização dá resultado”, considera o capitão da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar, Cláudio Silva (foto), sobre as internações ligadas a assassinatos. Ele esclarece que o correto seria internar também em casos de reincidências de outros crimes, como roubos. O que não acontece pela falta de vagas no sistema prisional e Censes.

Entre os que cobram mais ações efetivas está o Conselho de Segurança de Cianorte. “Estamos juntos com a promotoria, OAB e juizado criminal tentando criar uma rotina disso. E não sempre uma conversa a cada apreensão”, comentou o presidente do Consec, Roni de Godois.

ROTINA – A cada dez furtos em Cianorte, oito seriam praticados por adolescentes. E é comum ter jovens apreendidos todas as semanas. Nos últimos dias tivemos mais ocorrências policiais envolvendo adolescentes na cidade. Na noite de domingo (26) um jovem de 17 anos foi apreendido com drogas e com uma motocicleta sem documentos. No dia 22, um menino de 16 anos roubou um telefone celular de uma mulher e foi apreendido pela polícia quando tentava vender o aparelho.

Um outro exemplo dessa situação, está no começo do ano. Num período de 15 dias, entre o final de janeiro e começo de fevereiro, um adolescente de 15 anos foi apreendido três vezes. Além de já ter varias passagens pela polícia. Entre os crimes praticados por ele estão tráfico de drogas, assalto e tentativa de homicídio.

Texto e foto: Andye Iore

Compartilhe: