Abastecimento está voltando ao normal em Cianorte

greve-batata02

A situação está voltando ao normal em Cianorte depois de uma semana com correria aos mercados e postos de combustível. O abastecimento está praticamente regularizado nos postos da cidade que já estão com gasolina, álcool e diesel nos tanques.

Já nos mercados há falta de poucos produtos, sendo que o principal problema está na batata. Na semana passada o saco de 48 quilos custava em torno de R$ 120 e agora está aproximadamente R$ 350. A situação foi constatada na Frutaria Vila Verde, também no Supermercados Planalto, no centro da cidade, e no Paraná Supermercados. “Estamos com pouca batata no estoque e está com qualidade ruim. Recebemos a informação que está chegando, mas que o preço está dobrando”, comentou o gerente do Paraná Supermercados, Christopher Tczesz Sarubo.

O quilo da batata é vendido a uma media de R$ 5 e o do tomate chegou a R$ 6,50 em alguns estabelecimentos cianortenses. Além dos bloqueios dos caminhoneiros nas estradas, outro problema foi a chuva que caiu nas duas última semanas e afetou o desenvolvimento dos hortifrutis.

No Supermercados Planalto também já está faltando flores. A gerência informa que há um caminhão parado na estrada, mas não sabe quando ele pode chegar em Cianorte para a reposição do estoque de flores para venda.

ESCOLAS – Outro setor afetado em Cianorte foi o Ensino. Não houve aula nas escolas municipais na última sexta-feira (27 de fevereiro) e hoje (2) pela falta de combustível nos ônibus do transporte escolar da frota municipal. A prefeitura informa que as aulas serão retomadas normalmente amanhã.

RODOVIAS – Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual não há mais pontos de bloqueios com manifestações de caminhoneiros na região de Cianorte. Até o final de semana havia bloqueios na rodovia PR-323, próximos a Paiçandu, Doutor Camargo e Umuarama. Hoje o fluxo nas estradas próximas a Cianorte é tranquilo.

Texto e fotos: Andye Iore

greve-posto01 greve-batata01

Compartilhe:

Abastecimento está voltando ao normal em Cianorte

greve-batata02

A situação está voltando ao normal em Cianorte depois de uma semana com correria aos mercados e postos de combustível. O abastecimento está praticamente regularizado nos postos da cidade que já estão com gasolina, álcool e diesel nos tanques.

Já nos mercados há falta de poucos produtos, sendo que o principal problema está na batata. Na semana passada o saco de 48 quilos custava em torno de R$ 120 e agora está aproximadamente R$ 350. A situação foi constatada na Frutaria Vila Verde, também no Supermercados Planalto, no centro da cidade, e no Paraná Supermercados. “Estamos com pouca batata no estoque e está com qualidade ruim. Recebemos a informação que está chegando, mas que o preço está dobrando”, comentou o gerente do Paraná Supermercados, Christopher Tczesz Sarubo.

O quilo da batata é vendido a uma media de R$ 5 e o do tomate chegou a R$ 6,50 em alguns estabelecimentos cianortenses. Além dos bloqueios dos caminhoneiros nas estradas, outro problema foi a chuva que caiu nas duas última semanas e afetou o desenvolvimento dos hortifrutis.

No Supermercados Planalto também já está faltando flores. A gerência informa que há um caminhão parado na estrada, mas não sabe quando ele pode chegar em Cianorte para a reposição do estoque de flores para venda.

ESCOLAS – Outro setor afetado em Cianorte foi o Ensino. Não houve aula nas escolas municipais na última sexta-feira (27 de fevereiro) e hoje (2) pela falta de combustível nos ônibus do transporte escolar da frota municipal. A prefeitura informa que as aulas serão retomadas normalmente amanhã.

RODOVIAS – Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual não há mais pontos de bloqueios com manifestações de caminhoneiros na região de Cianorte. Até o final de semana havia bloqueios na rodovia PR-323, próximos a Paiçandu, Doutor Camargo e Umuarama. Hoje o fluxo nas estradas próximas a Cianorte é tranquilo.

Texto e fotos: Andye Iore

greve-posto01 greve-batata01

Compartilhe: