A AMAZÔNIA EM CHAMAS E AS ONGS

Semanas atrás a imprensa de todo tipo e as redes sociais estavam tomadas pelas noticias constantes e intermitentes sobre o fogo avassalador na Amazônia. O mundo parou e passou a dar palpites sobre o fogo, a França, aliada com os esquerdistas brasileiros chegou, ousadamente, a sugerir um pacto mundial para interditar a Amazônia, pois, ela pertence ao mundo, não só ao BraSIL. O Presidente Bolsonaro chegou a se desentender com o Presidente da França com farpas atiradas diretas a quem não deve se meter em nossos negócios nacionais.

Não se pode esquecer que o desmate mais intenso e devastador foi feito pelos europeus em nossas matas litorâneas, quando apenas em 20 anos o pau-brasil, com suas árvores centenárias, desapareceram da costa brasileira, e em vinte anos só era possível encontrar um pau brasil em pé, entrando por dentro da Mata Atlântica e ter que percorrer pelos menos 20 quilômetros para caçarem o corante precioso que dava cor ao vestuário europeu. Porém, voltando ao século XXI, a manchete escandalosa e esquerdista “Amazônia em Chamas” virilizou e a praga da notícia correu lá pelos lados dos países nórdicos que acabaram cortando verbas substanciosas das ONGS voltadas ao meio-ambiente brasileiro. Chegou onde eu queria: que ONGS são estas, manipuladas por estrangeiros que tomaram conta da Amazônia? Acreditem, em determinadas regiões mais isoladas do norte do Brasil, os índios falam sua língua nativa, e, pasmem, falam o inglês, desconhecendo completamente que mundo moram, que país é seu berço, ignorando por completo a língua portuguesa.

Que país é este que tem mais de 300 ONGS atuando junto ao meio ambiente amazônico, que assaltam nossa cultura, nossos costumes e nossos bens públicos? O que está debaixo da terra pertence à União e os minérios acima da terra necessitam de autorização federal para serem manipulados. Qual o verdadeiro interesse destas ONGS?

E bem agora que houve o descarte diabólico de óleo venezuelano em nossas águas marinhas e que devastam nossas praias do Nordeste e afastam os turistas, eu me pergunto: Onde estão as ONGS brasileiras que defendem tanto o meio ambiente? Onde está a França que está calada diante deste desastre ambiental? Onde estão os países que criticaram tanto o fogo criminoso da Amazônia, colocando a culpa na falta de controle federal? E agora José?

Por favor, embarquem em seus navios e venham colaborar para acabar com o óleo preto e mal cheiroso, venham nos ajudar a acabar com este mal encomendado… Por que estão em silêncio?

Izaura Varella – Advogada e Professora

Compartilhe: