TEM INÍCIO AS ATIVIDADES DO PROJETO BILÍNGUE

O ano letivo de 2024 terá novidades para quatro turmas, de três instituições de ensino, que passam a integrar o Projeto Bilíngue, com o ensino da Língua Inglesa como língua franca. O Maternal 2, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Pedrinho e Narizinho (Cianortinho); o 1º ano B, da Escola Municipal General Ernesto Geisel (São Lourenço); e o 1º e 2º anos, da Escola Municipal Liomar Gomes (Zona 4) foram os primeiros contemplados pelo projeto, que deve ser estendido gradualmente a toda a Rede Municipal de Ensino.

Na Educação Infantil, a educadora Camilla Alves de Oliveira, que é graduada em Letras, iniciará o bilíngue como projeto piloto. “A proposta é que as aulas continuem lúdicas, para que o aprendizado aconteça de forma eficaz”, explicou a coordenadora pedagógica de Linguagem, Keley Lorena Mendes Melluzzi.

Já no Ensino Fundamental, o projeto bilíngue conta com carga horária estendida por se tratar de turmas em tempo integral. Na Escola Municipal Liomar Gomes, os estudantes do 1º e 2º anos, que já tinham duas aulas de inglês por semana, no período da manhã, agora contam com mais seis à tarde no projeto bilingue, totalizando oito horas semanais. Conforme a professora das duas turmas, Juliane Pires, “nesse caso, a segunda língua possui um currículo específico, com material didático próprio”, explicou.

Na Escola Municipal General Ernesto Geisel (São Lourenço), o 1º ano B passou a atender em período integral. Assim, além da aula de inglês no horário regular, serão ofertadas mais seis no projeto. A professora responsável, Patrícia Tozzo, comentou que “a iniciativa foi bem aceita entre a comunidade escolar, já que a instituição possui crianças estrangeiras e o distrito grandes indústrias, que demandam por falantes do idioma”.

“Estamos preparando nossas crianças, a longo prazo, para a universalização do ensino, já que o inglês é uma língua franca. Nossa intenção é trazer para o município o que estava disponível apenas em grandes centros: um ensino de qualidade, com resultados práticos, possibilitando que as crianças terminem o 5º ano com uma comunicação básica no idioma”, afirmou a secretária municipal de Educação, Jakeline Plácido Marcon.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação Social

Banner Edplants, Acesse