CONSUMO DE ENERGIA CRESCEU 10% NO QUARTO TRIMESTRE DE 2023 NO PARANÁ 

default

O consumo de energia no Paraná cresceu 10% no quarto trimestre de 2023, em comparação com o mesmo período do ano anterior. A alta foi impulsionada, entre outros fatores, pelas elevadas temperaturas registradas durante a primavera e o início do verão. Ao longo do ano, na comparação de 2023 com 2022, o consumo de energia aumentou 4%.

Entre os meses de outubro e dezembro do ano passado, o consumo atingiu a marca de 8.814 GWh (gigawatt-hora). De janeiro a dezembro, o volume total consumido chegou a 33.850 GWh.

O crescimento no último trimestre foi impulsionado pelo aumento de consumo nos setores residencial (16,8%), comercial (17,7%) e rural (12,6%). Considerando os 12 meses, foram registradas altas em todos os segmentos: residencial (8,2%), comercial (7,7%) e rural (1,2%).

A alta no setor residencial foi influenciada, principalmente, pelo clima mais quente durante os meses finais do ano e o aumento de 2,1% no número de clientes nessa categoria, que alcançou a marca de 4.212.397 unidades consumidoras o Estado, representando 82,5% do total de clientes da empresa: 5.101.084.

O crescimento também foi estimulado pelo desempenho sólido do setor comercial, tanto no varejo quanto no atacado. O setor rural experimentou um aumento principalmente devido ao crescimento na agricultura, pecuária e serviços relacionados.

O setor industrial cresceu 1,7% no último trimestre, impulsionado principalmente pelo aumento no consumo para a fabricação de alimentos – de janeiro a dezembro, o aumento foi de 0,3%.

MERCADO CATIVO – Considerando apenas o mercado cativo da Copel – consumidores que adquirem energia obrigatoriamente da concessionária que atende a sua região –, houve um incremento de 12,1% no consumo de energia no quarto trimestre em comparação com o mesmo período de 2022. No acumulado do ano, a alta foi de 4,1% em relação aos 12 meses do ano anterior.

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA – A adesão aos sistemas de micro e mini geração distribuída continuou a crescer, atingindo 312 mil conexões em todo o Paraná até setembro, um aumento de 46,7% em relação ao mesmo período de 2022. O volume de energia compensada, que representa o excedente de geração de energia elétrica pelos clientes, injetado na rede da Copel, aumentou 52,9% no quarto trimestre e 65% no acumulado do ano.

Fonte: AEN

Banner Edplants, Acesse