DIRETRAN EMPENHA ESFORÇOS PARA AUMENTAR A SEGURANÇA VIÁRIA

A Diretoria de Trânsito (Diretran) de Cianorte vem empenhando esforços a fim de garantir a segurança da população e a redução no número e na gravidade dos acidentes. Grande parte das medidas busca conter a velocidade de circulação de veículos nas vias. Entre elas, os equipamentos de fiscalização, do tipo lombada eletrônica, em funcionamento na Rodovia Vereador José da Silva e na Avenida José da Silveira.

Os dispositivos, que substituem as lombadas físicas, agem pontualmente em locais de grande fluxo no município. Os limites de velocidade são estabelecidos com base em uma série de fatores técnicos e recomendações normativas e legais, como a movimentação no local, o tipo da via, a presença de escolas, áreas residenciais e comerciais, entre outras condições, além de buscar um equilíbrio entre a eficiência do tráfego e a segurança dos pedestres, ciclistas e motoristas.

Um levantamento estatístico de acidentes de trânsito realizado pela Diretran, com base em dados de atendimento da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU, mostra 230 ocorrências com vítimas no primeiro semestre de 2023. No ano anterior, foram mais de 500 casos. “Estes dados são bastante significativos: indicam que, a cada mil munícipes, nove se envolveram em acidentes no período. Além disso, foi possível constatar que, em grande parte, o fator velocidade, quando não foi o gerador do sinistro, foi responsável pelo agravamento das condições do acidente”, explicou o diretor de Trânsito, Carlos Eduardo de Oliveira.

“Estudos demonstram, recorrentemente, que o aumento da velocidade está diretamente relacionado ao da probabilidade de acidentes e à gravidade das lesões resultantes. Assim, o respeito aos limites promove segurança a toda a população. Também tem um impacto positivo no meio ambiente e na qualidade de vida urbana, uma vez que veículos em alta velocidade tendem a consumir mais combustível e a emitir mais poluentes. Ademais, o desrespeito aos limites de velocidade das vias é infração de trânsito prevista no Código de Trânsito Brasileiro e as penalidades podem variar, de acordo com a proporção do limite ultrapassado”, ressaltou a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Mariana Affonço.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação Social

Banner Edplants, Acesse