MINISTÉRIOS ADIANTAM MEDIDAS ÀS CIDADES AFETADAS PELAS CHUVAS NO PARANÁ 

O deputado Zeca Dirceu (PT) participou da reunião no Palácio do Planalto com os ministros Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Geraldo Alckmin (Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais) em que foram levantadas as primeiras medidas complementares em apoio às cidades afetadas pelas fortes chuvas no Paraná.

Parlamentares da bancada federal paranaense, representantes de outros 10 ministérios e da Caixa Econômica Federal participaram do encontro. “Solicitamos a aprovação dos planos de trabalho de restabelecimento e reconstrução das cidades e o reconhecimento do estado de calamidade pública. Além disso, pedimos reparos e construções de pontes e ruas, a viabilização de kits médicos e a reparação de unidades de saúde”, disse Zeca Dirceu.

“São 26 cidades decretaram situação de emergência e que devem ser atendidas pelas ações do governo federal”, completa. Dos 26 municípios, o governo paranaense já homologou a situação de emergência em 13 cidades: São Mateus do Sul, Ivaiporã, Santa Izabel do Oeste, Jardim Alegre, Paula Frontin, União da Vitória, Pitanga, Rio Negro, Paula Freitas, Pinhão, Cascavel, Mangueirinha e São Jorge do Oeste.

Ações
Pelo Ministério da Saúde, as cidades serão incluídas no Plano Nacional de Vigilância de Desastres e vão receber, por nove meses, kit medicamentos com 37 itens que vão atender 3,5 mil pessoas. Os deputados levantaram situações de unidades básicas de saúde (UBSs) afetadas pelas enchentes e alagamentos.

O Ministério de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar vai agilizar as operações de crédito rural, o Proagro para créditos de custeio e nos casos dos recursos já liberados poderá prorrogar os vencimentos. Também será aberta uma linha de crédito com descontos diferenciados igual a liberada no Rio Grande do Sul.

Na Caixa Econômica Federal serão liberados os saques de FGTS até R$ 6,2 mil, além de condições especiais para novos créditos e a possibilidade de “pausa” para os créditos já contratados.

Prioridade
“O presidente Lula determinou prioridade absoluta no atendimento a todas as cidades do País atingidas por desastres. Hoje, nos reunimos mais uma vez com a bancada federal do Paraná, que apresentou uma lista de ações para auxiliar os cidadãos impactados pelas fortes chuvas e inundações”, afirmou o ministro Waldez Góes.

“Desde a última semana, estamos mobilizando uma força-tarefa do Governo Federal para prestar assistência, nas mais diversas áreas, à população impactada com o máximo de celeridade”, completou.

(com informações do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional)

Banner Edplants, Acesse