ITAIPU É ESTRATÉGICA AO DESENVOLVIMENTO DO PARANÁ E DO BRASIL, DIZ ZECA DIRCEU 

O novo perfil de atuação da Itaipu Binacional, voltada principalmente às ações sociais, ambientais, culturais e de turismo, além das obras de infraestrutura, é estratégico e fundamental ao desenvolvimento do Paraná e do Brasil, disse nesta segunda-feira, 25, o deputado federal Zeca Dirceu, líder do PT na Câmara.

“Desde que equilibrou o pagamento da dívida da construção, a Itaipu sempre investiu no meio ambiente e em outras ações. No governo anterior, investiu R$ 2,5 bilhões em obras de infraestrutura, o que inclui a ponte entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (Paraguai). A partir de 2023, as prioridades se ampliaram conforme o foco de atuação do governo Lula”, aponta Zeca Dirceu.

Passivo socioambiental
O deputado ainda pondera que o pagamento dos royalties compensa as cidades que tiveram parte do seu território tomado na formação do reservatório, mas o passivo social e ambiental ainda é grande pelo impacto causado na construção da usina. “O programa Itaipu Mais que Energia é uma diretriz do governo Lula e o diretor-geral Enio Verri é o mais preparado para cumprir esta tarefa”, disse sobre o programa que prevê investimento de R$ 1 bilhão em projetos socioambientais de 434 cidades, 399 delas no Paraná.

Os investimentos da Itaipu, segundo Zeca Dirceu, integram as ações do Novo PAC que prevê R$ 107,2 bilhões em quatro anos para obras e serviços no Paraná. “É o maior investimento no sul do país e o sexto maior do país: atrás apenas de Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Sergipe. Numa conta simples, o Paraná vai receber R$ 26,8 bilhões por ano. A retomada da construção da Unila está no PAC e a Itaipu deve investir R$ 600 milhões”, disse.

Os projetos dos municípios, disse ainda o deputado, estão nas áreas de combate ao assoreamento dos cursos d’água e de erosão, de resíduos sólidos, proteção e preservação de áreas verdes, entre outros. “A Itaipu produz energia com as águas do seu reservatório, então a proteção do lago é preservar e dar uma vida mais longa ao lago”.

Perfil dos projetos
O perfil social dos projetos está no apoio e dar melhores condições de trabalho, por exemplo, aos catadores e recicladores e à coleta seletiva. “Vou citar outro exemplo, a Itaipu vai custear a construção de 200 moradias em Foz do Iguaçu e elas vão atender, preferencialmente, famílias que hoje moram em palafitas sobre um pequeno rio da cidade que será revitalizado, após as famílias receberem suas casas”.

Zeca Dirceu classificou ainda como “bobagens” as especulações do uso político dos recursos da Itaipu Binacional no Paraná e em parte do Mato Grosso do Sul.”O que a Itaipu está fazendo é o que sempre fez, ampliando seu raio de ação para as 399 cidades do Paraná. Serão mais recursos aos municípios que poderão priorizar investimentos em serviços públicos prioritários como os de saúde e de educação”.

“O diretor Enio Verri e os diretores da usina conduzem com empenho, competência e tenacidade a administração da usina e a série de tarefas que vão desde a negociação do anexo C do tratado de Itaipu aos projetos socioambientais. Não há nada de errado neste processo. Tudo é feito com a transparência devida. A Itaipu é estratégica e fundamental para o desenvolvimento do Paraná e do Brasil”, completou Zeca Dirceu.

Banner Edplants, Acesse