108 municípios paranaenses já aderiram à Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa

No Paraná, 108 municípios já aderiram ao programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebapi), criado para promover a integração de políticas públicas para que comunidades e cidades tenham ações e estratégias voltadas à população com mais de 60 anos. A Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Políticas para a Pessoa Idosa, presta assessoria técnica às cidades que desejam implantar a iniciativa, que é do governo federal.

Em 2019, o Paraná tinha 12 municípios que faziam parte do programa. “Convidamos todos os municípios paranaenses a aderirem à proposta, que tem como objetivo proporcionar à população um envelhecimento ativo, saudável, cidadão e sustentável”, explicou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. Ele destacou que esta é uma das prioridades na gestão de Ratinho Junior.

O programa é composto por cinco etapas: adesão, plano, bronze, prata e ouro. A chefe do Departamento da Política para Pessoa Idosa da Secretaria, Adriana Santos de Oliveira, explica que o termo de adesão deve contar com a participação de todos os setores do município, incluindo assistência social, saúde, habitação, planejamento urbano e transporte, entre outros.

“O protagonismo da população idosa também é indispensável, representada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa”, afirmou.

Este programa é baseado no “Guia Global: Cidade Amiga do Idoso” e no “Guia Global das Cidades Amigas das Pessoas Idosas”, estudos realizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Dentro dele, a Ebapi sugere que sejam feitas abordagens em oito dimensões: ambiente físico; transporte e mobilidade urbana; moradia; participação; respeito e inclusão social; comunicação e informação; oportunidades de aprendizagem; saúde, apoio e cuidado.

No Brasil uma proposta a mais foi inserida, a “escolhas locais”, voltada às particularidades dos idosos, totalizando nove ações.

A Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior também faz parte do projeto, por meio de uma parceria entre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e seis universidades estaduais. A iniciativa envolve os gestores e profissionais de diferentes setores da sociedade civil, especialmente as pessoas idosas, de 42 dos 108 municípios que já aderiram a Ebapi.

SENSIBILIZAÇÃO

Nos próximos meses, os municípios que participarão da sensibilização e capacitação da Ebapi serão Campo Mourão, Paranavaí, Cianorte, Maringá, Jacarezinho, Cornélio Procópio, Londrina, Apucarana, Pato Branco, União da Vitória, Francisco Beltrão, Cascavel, Laranjeiras, Foz do Iguaçu, Toledo, Ponta Grossa, Ivaiporã, Guarapuava, Irati, Curitiba e Paranaguá.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse