Universidades estaduais estão entre as melhores do mundo

As universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e do Oeste do Paraná (Unioeste) estão entre as melhores do mundo, segundo o World University Rankings 2021 da revista britânica Times Higher Education (THE), divulgado nesta última quarta-feira (2).

O ranking avaliou 1.527 universidades em 93 países. As notas são construídas com base em 13 indicadores que medem o desempenho das instituições em ensino, pesquisa, transferência de conhecimento para a indústria e perspectivas internacionais. As quatro universidades estaduais aparecem entre as 1.000 melhores do mundo.

“É um orgulho saber que o sistema paranaense de ciência, tecnologia e ensino superior é reconhecido internacionalmente, por meio das nossas universidades estaduais. A classificação é resultado do trabalho dos professores, pesquisadores, estudantes e agentes universitários que se empenham diariamente”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona.

RESULTADOS

A UEL se destacou como a 2ª melhor universidade paranaense e a 43ª melhor universidade do Brasil. A Universidade também se reafirma como a quinta melhor universidade entre as estaduais brasileiras, atrás da Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Campinas (UNICAMP), Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

“A UEL se destaca na categoria ensino, o que denota a qualidade dos cursos de graduação da instituição, do esforço e do empenho de todo corpo docente, discente e técnico”, destacou a diretora de Avaliação e Informação Institucional da Pró-Reitoria de Planejamento da UEL, Elisa Tanaka Carloto.

A UEM se manteve entre as oito melhores instituições estaduais públicas de ensino superior. A instituição melhorou seu desempenho nas categorias de ensino, pesquisa, internacionalização e volume de citações.

Já a UEPG aparece como a 5ª melhor universidade paranaense e entre as 50 mais bem colocadas do Brasil. Para o reitor da UEPG Miguel Sanches Neto, a universidade consolida seu posicionamento entre as melhores instituições superiores de ensino a cada edição do ranking do THE.

“O reconhecimento da qualidade da nossa universidade é fruto do trabalho de toda a comunidade acadêmica, professores, alunos e agentes universitários”, considera. “Esta é uma conquista coletiva”, comemora o reitor da UEPG.

A Unioeste conquistou a 53ª colocação entre as universidades brasileiras e é a 7ª melhor paranaense. Para o assessor de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Unioeste, Rafael Mattiello, o reconhecimento internacional da instituição em diferentes rankings universitários, demonstra que ela vem, cada vez mais, cumprindo sua missão de prover uma educação de qualidade, pesquisas acadêmicas de excelência e extensão universitária que impactam diretamente toda a sociedade em seu entorno.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse