Umuarama ganha novo eixo com duplicação da Avenida Portugal

As obras da duplicação de 2,9 quilômetros da Avenida Portugal, em Umuarama, no Noroeste do Paraná, começaram há pouco mais de um mês e estão em ritmo bastante avançado, chegando a 30% da execução. Já é possível ver o traçado em terra da nova pista, quase apto a receber asfalto, assim como as máquinas trabalhando diariamente no nivelamento da base e estruturação das próximas etapas. A expectativa é de entrega até o final do ano.

A avenida é uma rota alternativa do Centro da cidade ao shopping, a um novo atacadão e ao terminal rodoviário. Ela também é um importante eixo de comércio e conexão com as saídas para Cruzeiro do Oeste e Nova Olímpia, e terá capacidade para dividir o tráfego com a Avenida Paraná. O investimento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas é de R$ 4,9 milhões e a operacionalização foi feita pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), linha de crédito da Paranacidade e Fomento Paraná.

A Avenida Portugal fica na altura do Parque Bandeirantes, Jardim Alphaville e Jardim Cruzeiro, em uma região permeada de chácaras de eventos e novos loteamentos. Com a obra, o que hoje é uma pista simples se transformará em duas pistas de cada lado com canteiro central e iluminação em LED. Serão dois solos de cimento e quatro centímetros de revestimento asfáltico em CBUQ para suportar fluxo de carros leves e pesados. A obra na área de 27 mil metros quadrados engloba, ainda, galerias pluviais, meio-fio, paisagismo, calçamento, retornos e sinalização.

“Estamos planejando o Paraná como um todo e as ações urbanas são fundamentais para gerar desenvolvimento, atrair novas indústrias e promover segurança. Essa nova região da cidade será um polo comercial do Noroeste. Estabelecemos uma parceria com a prefeitura para esse momento de conquistas maiores para Umuarama”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “É uma cidade que se desenvolve com muita rapidez e que precisa continuar promovendo qualidade de vida, novos empregos e oportunidade para o setor estudantil”.

Segundo secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega, o Estado é parceiro nas grandes intervenções municipais, como o aeroporto, a rodoviária e as readequações de pavimentação. “Mais de 80% da nossa carteira de projetos são de pavimentação urbana. Já investimos em mais de 1,5 mil quilômetros de asfalto novo nos municípios e estamos ampliando a qualidade de vida dos moradores, de olhos nos compromissos com cidades sustentáveis e com a geração de novas oportunidades para o crescimento econômico”, completa o secretário. “Essa obra na Avenida Portugal é uma união desses conceitos de mudança completa de uma região em desenvolvimento”.

A OBRA

A extensão da Avenida Portugal até o trevo da Estrada Bonfim e da PR-482 já tem um trecho inicial pronto para receber a capa asfáltica. As intervenções começaram no trecho mais urbano, próximo à Praça Portugal, onde a construtora responsável pela obra está depositando a terra em acordo com um proprietário de um terreno local.

Segundo o cronograma, a expectativa é de conclusão da pavimentação do primeiro trecho, onde havia apenas entradas de chácaras, até o final de setembro. Depois esse trecho será liberado para uso comum e o tráfego vai funcionar em X, com desvio para a pista velha em direção ao trevo. Enquanto isso haverá revitalização do trecho antigo, espelhado ao novo, e a previsão de conclusão completa dessa primeira etapa é na metade para outubro.

Apesar dos trabalhos terem começado de fato em 2020, no ano passado houve um primeiro levantamento laboratorial no terreno, principalmente no pavimento antigo, e a construção de algumas galerias pluviais.

“Essa obra dá agilidade e segurança ao trânsito de Umuarama, tem potencial para atrair novas empresas, gerar negócios, é um eixo de desenvolvimento fundamental para o futuro do município. Esse investimento do Governo do Estado dará uma nova cara a esse eixo de ligação, e o melhor de tudo, é uma obra completa, com drenagem, acostamento, calçada e ciclovia, pensada para integração de todos os modais”, reforça o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

O cenário em torno da obra está se transformando. Para quem sai do Centro, do lado esquerdo haverá um atacadão e novas casas de um loteamento, e do lado direito uma nova calçada e uma ciclovia revitalizada ao longo de toda a extensão da Portugal. As obras envolvem movimentação diária e ininterrupta de duas patrolas, duas escavadeiras, dois tratores, duas pás carregadeiras, quatro compactadores e 19 funcionários.

REPERCUSSÃO

Jaqueline da Costa Guedes, que trabalha em um supermercado na região, comemora o investimento realizado pelo Governo do Estado. Ela conta que o bairro era menor, não tinha tanto movimento e que a avenida sempre foi mais simples. “O bairro aumentou bastante nos últimos anos e a expectativa é ampliar ainda mais, com mais comércios. Para nós essa duplicação vai ser boa por conta do movimento. E vai ficar melhor para as pessoas passarem por essa região”, afirma. “A cidade está se expandindo para cá, onde era apenas sítio”.

Ivone Smith, dona de uma loja de produtos para animais, tem o comércio há um ano e reside em Umuarama há 21. Ela é testemunha da transformação e espera que o desenvolvimento acelere o crescimento do seu negócio na região. “Antes era bem calmo, com menos fluxo. Onde hoje há duplicação era apenas gramado. A expectativa é de melhora para todos nos próximos anos, a cidade cresce com vigor. Muita gente vai usar essa avenida para passear, a pé ou de carro, e também como alternativa para conexão com a nova rodoviária”, completa.

José Ramos Filho, 57, que trabalha em um caminhão espargidor (aplicação do piche) na obra, afirma que o saldo será melhor para todo mundo que usar a nova Avenida Portugal. “Parte de pavimentação melhora o tráfego de carros, facilita muito em termos de locomoção, como todas as demais, mas essa é uma obra pensada também para os pedestres e ciclistas. É uma obra completa”, destaca.

OUTRAS OBRAS

O Governo do Estado também foi o financiador da duplicação da Avenida Ivo Sooma, na saída para Xambrê. O investimento foi de R$ 7,3 milhões e a obra ficou pronta no primeiro semestre deste ano. A via tem dois quilômetros de extensão, da Praça Odete Mossurunga até o Jardim Império do Sol II, e, além disso, 2,5 quilômetros de ciclovia no canteiro central. A obra envolveu ainda intersecções com outras vias, possibilitando acesso seguro aos bairros. A ligação também melhorou o acesso ao Centro para quem chega de outros municípios da região Noroeste.

Também foi encerrado neste ano o recapeamento da Avenida Ângelo Moreira Fonseca, início da Ivo Sooma até a saída para a PR-323 e o famoso Trevo Gauchão. A pavimentação envolveu 1,7 quilômetro e incluiu galerias pluviais, rampas de acessibilidade, novas travessias para pedestres e a readequação do trevo de encontro das duas avenidas, com implementação de semáforos.

Vanessa Alves da Silva, gerente de um posto de combustível na Ângelo Moreira, diz que a nova pavimentação melhorou o que antes era bem cheio de buraco. “Era bem ruim. Depois da revitalização ficou tudo bem melhor. Antigamente era muito difícil trafegar nesse trecho, que é uma ligação importante com uma rodovia. E a rotatória nova também foi um ganho, era uma praça sem semáforos e muito confusa”, comenta.

Gerente de uma loja de tintas na mesma avenida, Thiago Alberto Batista de Azevedo comemora as duas intervenções. “Era muito buraco. Eu tenho comércio nesse ponto há dez anos e de um trevo a outro dava para andar apenas a 10 quilômetros por hora por conta dos buracos e do asfalto irregular. Faziam manta asfáltica e tudo sumia muito rápido”, relembra. “É a primeira grande intervenção. E não apenas do asfalto, mas na rotatória antiga. Nos horários de pico tinha que ficar parado esperando. Agora o fluxo é controlado”, afirma.

Ele também diz que a duplicação da Ivo Sooma, na região do Aeroporto Municipal Orlando de Carvalho, ajuda a desafogar o fluxo que se afunila em direção aos bairros mais centrais. “A Ivo Sooma também ficou bem boa, antes era pista simples. Para quem entra e sai da cidade é bem mais fácil. Quem pegava ela passava raiva no horário de pico. Facilitou o acesso”, completa.

PISTA DE CAMINHADA

Os investimentos do Governo do Estado em Umuarama ainda englobam uma pista de caminhada. A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo é responsável pelo financiamento do trecho entre os parques Primeiro de Maio e Residencial Ibirapuera. Ela tem dois quilômetros de comprimento e conta com piso em concreto, piso tátil e tela de aço para separá-la de uma área de proteção ambiental. A intervenção ainda prevê realocação de um playground existente na região.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse