UEM debate em eventos o urbanismo nas cidades

logo-regiao

Professores do Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), participarão de dois importantes eventos neste mês, um em Goiânia e outro em Maringá.

O wokshop “Re-naturing cities: theories, strategies and methodologies” (Re-naturezas: teorias, estratégias e metodologias), ocorrerá na capital de Goiás, de 10 a 13 de julho, e terá a presença da professora Karin Schwabe Meneguetti, do DAU, uma das 20 pesquisadoras brasileiras selecionadas para o evento.

Karin é autora do livro “Cidade Jardim, Cidade Sustentável”. A área de pesquisa dela é a arquitetura paisagística, com foco no planejamento ambiental e ecologia paisagista.

O worhsop em Goiânia é organizado pela University of Portsmouth e a Universidade Federal de Goiás (UFG), com apoio do British Council e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg).

O outro evento é a II Oficina do Núcleo Maringá – Sistema de Espaços Livres e Forma Urbana (SEL), que será realizada nos dias 20 e 21 de julho. O objetivo principal do workshop é explorar teorias, estratégias e métodos inovadores para redesenhar as cidades. Existe hoje um forte interesse no tema, uma vez que as cidades “naturalistas” podem ajudar a enfrentar múltiplos desafios globais da sociedade e gerar benefícios, tais como o aprimoramento da saúde e do bem-estar, a urbanização sustentável, os ecossistemas e seus serviços e a resiliência às mudanças climáticas.

Participarão do evento 40 acadêmicos do Reino Unido e do Brasil. O workshop permitirá aos pesquisadores aprender as melhores práticas, analisar criticamente os benefícios e as armadilhas dos estudos de caso, além de aprimorar o conhecimento teórico e empírico atual.

OFICINA – A Oficina contará com a participação direta de Karin Meneguetti e dos professores Renato Leão Rego e Gislaine Elizete Beloto, também do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UEM. Os três docentes coordenam o Grupo de Pesquisa SEL Maringá, que é composto ainda por alunos de mestrado e alunos de graduação em Arquitetura e Urbanismo envolvidos com pesquisa. Organizada pelo grupo de pesquisa Quapa-SEL, o evento terá a participação de professores da Universidade de São Paulo (USP) e gestores locais.

A SEL Maringá terá como tema “O sistema de espaços livres na constituição da forma urbana de Maringá” e, durante os dois dias, as atividades serão desenvolvidas das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30. A manhã do primeiro dia será dedicada a palestras e debates, e tanto a tarde do primeiro dia e o segundo dia a um ateliê de análise, diagnóstico e síntese do sistema de espaços livres e da forma urbana da cidade de Maringá. As inscrições para o evento poderão ser feitas até amanhã  (7), na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPU), Bloco 32, câmpus da UEM.

Esta oficina visa abrir um lugar para a discussão do sistema de espaços livres da cidade de Maringá e a forma urbana da cidade, montando um quadro geral das relações entre os atuais processos de produção dos sistemas de espaços livres e das formas urbanas e os padrões formais derivados dos procedimentos vernaculares e de mercado. Também busca promover a discussão sobre a legislação urbanística e ambiental, contribuindo com as pesquisas sobre o tema. Além disso, a Oficina SEL Maringá visa receber, na cidade, o núcleo coordenador do grupo de pesquisas Quapa-SEL, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, do qual faz parte o grupo maringaense.

Texto: ASC UEM

Compartilhe: