UEM começa a aplicar verba no campus em Cianorte

uem-campusOs R$ 600 mil anunciados pelo governo do Paraná no mês passado para o campus da regional da Universidade Estadual de Maringá (UEM) em Cianorte (foto ao lado) já tem destino certo. O dinheiro será usado em avanços estruturais já a partir do próximo mês, sendo R$ 400 mil para equipamentos e acervo bibliográfico e R$ 200 mil para a rede elétrica. “Quando fomos a Curitiba, em maio, nossa reivindicação prioritária era essa. Conseguimos a promessa dessa verba que amenizará nossas dificuldades mais imediatas. Precisamos continuar nossas reivindicações quanto à estrutura física”, afirma a diretora da unidade, Marcia Maioli (foto abaixo), que aponta que o campus na cidade também precisa de novos prédios.

Entre os equipamentos em carência e que serão adquiridos com a verba estadual estão carteiras, mesas, armários, computadores, impressoras, projetores multimídia, softwares, máquinas para as oficinas e ar condicionado. Segundo a diretora, o interior da oficina do curso de moda registrou no último verão a temperatura de 48°C.

Os projetos referentes ao campus de Cianorte foram elaborados pela diretoria em parceria com a assessoria de planejamento da UEM e encaminhados à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) para aprovação.

Marcia Maioli aponta ainda que a rede de energia não está suportando a demanda atual do campus e diz que o valor de R$200 mil destinados ao redimensionamento da rede é suficiente para fazer a entrada da nova rede conforme previa o projeto desenvolvido pela prefeitura de Cianorte. Segundo ela “é necessário que se faça a distribuição dessa energia nos diversos blocos do campus”.

BENEFÍCIOS -Essas melhorias acabarão com alguns problemas no campus cianortense. “É comum os computadores estarem com algum tipo de problema, normalmente a turma tem 20 alunos e precisamos dividir as máquinas”, disse o estudante de Design, Marcos Victor Moraes, que já teve dificuldades com os computadores e a maqueteria, uma espécie de oficina.

Os investimentos beneficiarão aproximadamente 700 alunos dos cursos de Moda, Design, Pedagogia e Ciências Contábeis. As outras demandas seguem com acompanhamento da reitoria da UEM, da prefeitura, da Câmara de Vereadores, de deputados estaduais da região e do próprio governo estadual que buscam soluções em conjunto para o campus cianortense.

Colaboração: Enrique Bayer / Fotos: Acervo pessoal e Arquivo da Folha de Cianorte

uem-professora marcia

Compartilhe: