Tragédia em rodovia comove população cianortense

acidente-IraciCianorte está comovida com a tragédia que causou a morte de cinco cianortenses ontem. Morreram no acidente em Ponta Grossa o motorista do VW Gol, da Secretaria Municipal de Saúde, Aílton Nunes Morais, de 52 anos, Jandir Silveira Silva, 75 anos; Iraci Lara Antunes (foto), 65 anos; Joaquim Dias dos Santos, 75 anos, e sua neta Viviane Michele de Oliveira, que estava como acompanhante. Com exceção de Viviane e o motorista, os outros três passageiros iriam se submeter hoje à cirurgia oftalmológica em Curitiba. A tragédia teve grande repercussão pela cidade, na imprensa e na internet com as pessoas confortando os familiares.

O acidente foi causado por um caminhão que vinha em sentido contrário. Ele passou reto em uma curva e bateu de frente com o Gol da prefeitura de Cianorte. E ainda atingiu um segundo carro, com placas de Almirante Tamandaré. Uma criança morreu nesse segundo veículo, totalizando seis o número de vítimas fatais.

LUTO – A prefeitura de Cianorte agiu rápido para ajudar os familiares das vítimas. Por volta das 22h, uma Van saiu da cidade levando familiares para fazer o reconhecimento dos corpos em Ponta Grossa. A agenda prevê que dois corpos serão velados na capela mortuária da Avenida América (Joaquim e sua neta Viviane) e os outros três (Ailton, Jandir e Iraci) na capela mortuária do Cemitério Municipal. O prefeito Bongiorno decretou luto oficial de três dias no município. Confira nota oficial divulgada pela prefeitura ontem:

“A Prefeitura Municipal de Cianorte vem a público manifestar profundo pesar pela morte de cinco cianortenses na tarde desta terça-feira (04), em grave acidente na BR 376, envolvendo veículo da Secretaria Municipal de Saúde. Entre as vítimas está Aílton Nunes Morais, de 52 anos, motorista da Prefeitura há 33 anos. Aílton sempre foi um funcionário exemplar, cauteloso e responsável e levava três pacientes, Jandir Silveira Silva, 75 anos; Iraci Lara Antunes, 65 anos; Joaquim Dias do Santos, 75 anos. Todos fariam consultas oftalmológicas em Curitiba nesta quarta-feira (05). A quinta vítima é Viviane Michele de Oliveira, de 32 anos, acompanhante de seu avô Joaquim. A Prefeitura está tomando todas as providências para que as famílias enlutadas tenham a assistência necessária neste momento de dor. Entre as medidas, está a locação de uma van para levar os familiares das vítimas até Ponta Grossa para a liberação dos corpos. Junto com eles viaja uma enfermeira para assisti-los”.

Texto: Paulo Tertulino / Foto: acervo da família

Compartilhe: