Telefones celulares do Paraná tem nove números

fone

Quase 14 milhões de linhas de telefone celular do Paraná estão desde ontem (6) com nove números. O dígito 9 deve ser acrescentado à esquerda dos atuais números de celular, que passam a ter o formato: 9xxxx-xxxx.

Após a implantação, haverá um período de adaptação em que serão aceitas ligações marcadas com oito dígitos, nesse caso as chamadas serão completadas automaticamente. Mas esta forma continua só até dia 16.

Já entre 16 de outubro de 2016 até 13 de fevereiro de 2017 a ligação com oito dígitos será interceptada com uma mensagem informativa ao usuário falando sobre a nova forma de discagem. A partir de 14 de fevereiro de 2017 a discagem com oito dígitos deixará de ser completada.

A mudança foi estabelecida em cronograma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e valerá também para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O nono dígito já vem sendo implementado em todo o Brasil desde 2012. Segundo a Anatel, a inclusão do nono dígito em todo o Brasil tem por objetivo aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular e dar continuidade ao processo de padronização da marcação das chamadas.

Segundo a Anatel, as mudanças não atingem os telefones fixos; nem os telefones do Serviço Telefônico Fixo Comutado (números iniciados com os algarismos 2, 3, 4, 5 ou 6); e nem do Serviço Móvel Especializado (números iniciados com o algarismo 7). Portanto, estes telefones continuarão com oito números.

Esta é a segunda vez que os celulares recebem dígito extra. Inicialmente a telefonia móvel tinha 7 algarismos, sendo que no final da década de 90, quando os celulares ganharam força, foi acrescentado o primeiro ‘9’ aumentando os números para 8 dígitos.

APLICATIVOS – Alguns aplicativos disponíveis para sistema IOS e Android irá permitir que o nono dígito seja implementado em todos os contados da agenda do celular de forma automática, facilitando a transição. Há opções de apps gratuitos e pagos, sendo que as próprias operadoras de telefonia celular tem disponibilizado aplicativos gratuitos.

Texto: Juliano Secolo com agências / Imagem Ilustrativa
* publicado originalmente no dia 4 de novembro de 2016, na versão impressa da Folha de Cianorte

Compartilhe: