Suspeita de golpes em idosos e doentes é presa pela polícia

golpe advogada

A Polícia Civil, através da 16ª Subdivisão Policial (SDP) de Campo Mourão (a aproximadamente 70km de Cianorte), prendeu na manhã da última segunda-feira (15), no Jardim Copacabana, uma advogada de 45 anos, suspeita de aplicar golpes em idosos e pessoas doentes. Investigações confirmaram que a suspeita chegou a lesar 15 pessoas, dando um prejuízo as vítimas de aproximadamente R$ 120 mil.

A advogada que atuava há mais de 20 anos na região, foi detida por meio de um mandado de prisão preventiva expedida pela Justiça. Ela não esboçou reação no momento da prisão e preferiu permanecer em silêncio e só falar em juízo. As investigações iniciaram há dois meses, depois que a polícia recebeu denúncias das vítimas.

Conforme informações apuradas pela polícia, a advogada trabalhava em um escritório no Centro do município e tinha como clientes idosos e pessoas doentes. A maioria dessas pessoas queria se aposentar ou pedir o benefício do auxilio doença.

“Aproveitando da situação, ela se apropriava dos benefícios das vítimas pagos pelo INSS – Previdência Social, ficando com boa parte do dinheiro”, conta o delegado titular da 16ª SDP, Nagib Nassif Palma.

As investigações apuraram ainda que como forma de pagamento pelos seus serviços, a advogada ficava com os cinco primeiros salários das vítimas e parte do dinheiro retroativo. A suspeita dizia para as vítimas que possuía contato direto com judiciário e que facilitaria o processo para a aprovação dos benefícios.

Outros quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, em dois escritórios e duas residências da suspeita foram cumpridos. A advogada responderá por apropriação indébita agravada e extorsão. As investigações seguem.

Texto e foto: SESP-PR

Compartilhe: