Simepar registra ventos de 97km/h em Cianorte

rua-sapucai-siteNas últimas semanas Cianorte foi atingida por fortes temporais. A mais recente foi registrada na madrugada desta segunda-feira (30), quando a estação meteorológica da cidade registrou ventos fortes de 97km/h, de acordo com o Simepar, derrubando árvores e causando alagamentos e danos em algumas casas. O temporal também foi registrado em diversas outras cidades do Paraná.

O ponto mais crítico do temporal ocorreu por volta das 04:30 horas. Em Cianorte, algumas casas ficaram alagadas com a chuva. Uma árvore caiu na Rua Sapucaí e bloqueou completamente a via em ambos os sentidos.

Na Avenida Maranhão um buraco acabou se formando próximo a saída para a Rodovia PR 323, necessitando que os usuários redobrem o cuidado ao transitar no local. A saída do Cianortinho pra a rodovia também registraram pontos de alagamento. Além disso, vários semáforos na cidade ficam sem funcionar, deixando o trânsito mais complicado.

A ponte do Rio Fantasminha que liga a zona dois ao Jardim Atlântico, chegou a ficar com meia pista interditada. Várias estradas rurais também sofreram danos e ficaram muito alagadas, sendo que algumas, como a Pala e da Bica ficaram intransitáveis para carros baixos sem tração nas 4 rodas.

O temporal também derrubou o muro de um condomínio localizado no final da Avenida Rio Branco. Um outro condomínio que está sendo construído no Jardim Universidade também parte do muro. Uma casa no Jardim Mafra ficou completamente alagada pela chuva. Os bombeiros e a defesa civil com a ajuda de funcionários da Prefeitura, numa força tarefa, continuam trabalhando para desobstruir as ruas e ajudar as famílias com casas alagadas. As equipes da Copel também trabalham para restabelecer a energia em toda a cidade. Até o começo da tarde de ontem (30) 22 unidades consumidoras ainda estava desligadas em Cianorte.

REGIÃO – Municípios da Região também foram atingidos. Em São Tomé e Japurá, algumas casas foram alagadas, com algumas famílias perdendo os móveis da residência, inclusive precisando da ajuda da comunidade.

Em São Tomé foi registrada a queda dos muros das Escolas Santos Dumont e Renascer (APAE). Em uma residência além do muro caiu também a parede de uma área, devido desbarrancamento de terra.

Várias árvores caíram nas rodovias uma de grande porte inclusive tombou sobre a rodovia PR-323, próximo de Tapejara, chegando a interditar a pista nos dois sentidos. O Corpo de Bombeiros de Cianorte, esteve no local e conseguiram liberar meia pista, até a chegada da Polícia Rodoviária que estava em outro local, desobstruindo a pista, por causa de outra árvore caída na terceira faixa, próximo a Jussara.

Com a chegada dos policiais rodoviários, o tráfego de veículos que chegou a ficar complicado mas foi controlado, até a chegada de um trator que retirou a árvore da pista e o trânsito voltou a fluir normalmente.

Segundo as informações, em Jussara, árvores caíram e deixou parte da cidade sem energia elétrica. Na zona rural lavouras foram inundadas podendo trazer prejuízos ao plantio da soja que acaba de germinar. As estradas rurais também foram alagadas em alguns trechos. Cerca de 70mm de chuva foram registrados até o começo da tarde.

RIO IVAÍ – Basta começar a chover que os boatos sobre as águas no Rio Ivaí já atingem a ponte começam a circular nas redes sociais, inclusive com fotos de enchentes passadas. Mas a Polícia Rodoviária  esteve no local e informou que não procedem esses boatos, e que as águas ainda estão longe de alcançar a ponte, portanto, a ponte não será interditada sendo que o trânsito está normal no sentido Cianorte à Maringá ou vice-versa. (Com informações Noti-cia.com; G1 Norte-Noroeste; Jussara Notícias; Imagems: Divulgação Redes Sociais)

 

Compartilhe: