Servidores da Fundepar debatem infraestrutura escolar

Os servidores do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) iniciaram nesta segunda-feira (6), em Curitiba, as atividades da Semana Estudo e Planejamento: Aprendizagem 2019. O evento de formação debate temas que envolvem a infraestrutura escolar para apontar melhorias para contribuir com a qualidade do ensino paranaense.

A ideia do curso é buscar propostas para ajudar os índices educacionais do Paraná. “Temos a responsabilidade de oferecer os serviços indiretos que contribuem para a formação dos nossos alunos. E precisamos de momentos de formação para analisarmos os desafios existentes e darmos uma resposta para a sociedade paranaense”, explicou o diretor-presidente do Instituto Fundepar, José Maria Ferreira.

Entre os assuntos abordados pelo curso de formação estão o transporte escolar, alimentação escolar, mobiliário e equipamentos, licitações, legislação, obras e reformas de prédios escolares e a transferência de recursos financeiros para as escolas estaduais.

COMPLIANCE

A palestra de abertura contou coma presença do controlador-geral do Estado, Raul Clei Coccaro Siqueira, que com o tema Compliance no Sistema Público Estadual apresentou a importância da implantação dessa política nas ações diárias dos funcionários estaduais. “Todo servidor, ao tomar uma decisão, deve fazê-la com segurança e tranquilidade, e da maneira mais correta, que atenda aos anseios da sociedade”, afirmou Siqueira.

As medidas do programa visam a adoção de práticas que evitem atos e ações que caracterizem desvios de conduta ou de processos administrativos e corrupção.

O Projeto de Lei do Compliance, que será votado nesta semana na Assembleia Legislativa, trará segurança para as práticas administrativas, de transparência, de efetividade e de moralidade para todas as ações das secretarias.

Siqueira afirmou que a iniciativa é expandir a cultura de ética em toda a administração pública, e o programa é uma ferramenta que prevê normas de conduta e conformidade e que vai atingir a administração direta, autárquica e fundacional.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: