Seguro Residencial

Segundo dados da Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg), menos de 15% das casas e apartamentos brasileiros possuem seguro, o que é uma pena. Mas o que torna esse índice tão baixo?

Talvez por pensar ser pouco provável que algo ruim nos aconteça, que infortúnios só ocorrem com os nossos vizinhos, ou até mesmo pela impressão equivocada de que o custo deste serviço seja um tanto quanto alto, as pessoas acabam deixando o seguro residencial para um segundo plano, o que as vezes pode ser uma decisão equivocada.

Contudo, a contratação desse tipo de serviço traz benefícios maiores do que se pode imaginar. Além das coberturas essenciais para o seu imóvel, você também pode optar por serviços que facilitam o seu dia-a-dia e trazem mais comodidade.

Os tipos de coberturas mais conhecidas pelo seguro residencial são: incêndio, raio e explosão; danos elétricos; roubo e furto de bens; impacto de veículos; quebra de vidros; desmoronamento, vendaval, furacão, ciclone, tornado, granizo, queda de aeronaves, entre outros. Isto já é motivo mais que suficiente para se contratar um seguro, entretanto, existem coberturas não tão conhecidas, porém bem atrativas, que são muito úteis em momentos de sufoco. Um exemplo disso é a cobertura referente ao aluguel, onde a seguradora garante a locação de uma casa pra você morar durante o período de até 6 meses se o imóvel que você aluga sofrer um incêndio, explosão, ou se cair um raio sobre ele por exemplo.

Além disso, as seguradoras ainda podem oferecer serviços de manutenção periódica como: reparos elétricos e hidráulicos, assistência em eletrodomésticos, desentupidora, chaveiro, auxílio para animais e alguns serviços específicos para a proteção de crianças.

Se analisarmos e colocarmos na ponta do lápis estes pequenos serviços que realizamos durante o ano, torna-se nítida a vantagem de possuir um seguro residencial, uma vez que, contratar separadamente alguém para fixar prateleiras, quadros e persianas, limpar a caixa d’água, fazer um reparo em um vazamento ou dano elétrico, quebra de vidros, instalação de olho mágico, substituição de telhas, entre outros, despenderia de um valor bem mais alto que o do seguro, sem contar o tempo, o trabalho e a dor de cabeça para procurar, cotar e acordar com todos esses profissionais um por um, e muitas vezes sem referências.

O mais atraente é que, os valores dos seguros residenciais são bem menores quando comparados aos seguros veiculares. Você consegue montar uma apólice a partir de R$10,00 por mês em planos mais básicos, podendo customizar e adaptar as coberturas e os valores das indenizações de acordo com as suas prioridades, e a facilidade na contratação e as condições de pagamento podem ser feitas em até 12 vezes, o que torna este serviço ainda mais atrativo.

Como o nosso lar é um dos bens mais importantes que temos, não só pelo valor financeiro, mas também pelo vínculo emocional que criamos, o fato de não precisar correr o risco de ter o planejamento financeiro prejudicado por imprevistos dá mais segurança para investir em lazer, desenvolvimento pessoal e profissional ou até na reforma da casa, afinal, investir em melhorias é bem melhor que gastar com reparos, não é mesmo?

Muitas empresas fornecem simuladores on-line para que você possa ter uma prévia dos valores adaptados ao seu perfil, mas lembre-se, antes de fechar serviços pela internet consulte o seu corretor de confiança!

Viu só? Motivos não faltam para você proteger a sua família e o seu patrimônio.

 

Acompanhe nossas redes sociais (Facebook e Instagram) e fique por dentro de todas nossas publicações. Na próxima semana, nós do Bora pra Obra falaremos sobre piso laminado e piso vinílico.

Não percam e até lá!

Compartilhe: