Sarandi ganha obras de readequação da BR-376

sarandi

As obras de viadutos e da trincheira na BR-376, em Sarandi (a aproximadamente 80km de Cianorte), no Noroeste do Estado, já alteraram a paisagem na chegada ao município. O projeto prevê a construção de viadutos na avenida Londrina e na rua Borsari Neto, principais acessos à cidade. Também está previsto o rebaixamento de 700 metros da rodovia, entre os km 182 e 184, para eliminar o cruzamento em nível. A obra teve início em janeiro deste ano e a previsão de conclusão é dezembro.

O trecho da BR-376 em Sarandi tem fluxo diário de cerca de 30 mil veículos, pois faz a ligação com a cidade de Maringá. As obras vão diminuir os congestionamentos na região e foram incluídas no contrato de concessão da Viapar, após negociação com o Governo do Paraná. O investimento é de R$ 40 milhões.

“Essa importante obra para a região Noroeste é fruto do diálogo constante entre o Governo do Estado e as concessionárias. Essas intervenções na BR-376 vão organizar melhor o tráfego e trazer mais segurança para motoritas, pedestres e ciclistas que circulam pela região”, explicou o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

TRABALHOS – No momento os trabalhos envolvem a fundação dos viadutos, construção de estacas, vigas e escavação. Todo o tráfego da BR-376 é desviado pelas marginais da rodovia, que já receberam reforço para suportar carros e caminhões que passam pela região.

Está em construção o muro para o rebaixamento da rodovia, chamado de cortina atirantada. Uma máquina perfuratriz constrói 900 estacas, com profundidades entre 6 a 12 metros. O equipamento retira a terra com uma broca e já coloca concreto e ferro para fazer a estaca. O tempo seco tem ajudado a obra a ter um bom andamento. Nos dois viadutos serão colocadas vigas pré-moldadas com 25 metros de extensão.

Após concluídas, as obras vão facilitar o acesso ao município de Sarandi. O tráfego da BR-376 vai seguir por baixo e as vias da cidade cruzarão por cima da rodovia. Hoje o acesso a Sarandi é feito num único ponto, no entroncamento da BR-376 com a Avenida Londrina, por meio de uma rotatória, o que causa vários congestionamentos.

BENEFÍCIOS – Além das melhorias no fluxo de veículos, que afetará positivamente os tempos de viagem e o conforto ao trafegar pelo local, a obra trará grandes benefícios do ponto de vista da segurança, tanto para os motoristas como para os pedestres e ciclistas que por ali circulam.

MOVIMENTADO – As intervenções foram uma necessidade detectada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER) e pelo departamento de engenharia da Viapar para melhorar o tráfego na região. Para o comerciante Everley Rabelo, 39 anos, os viadutos e a trincheira vão organizar o trânsito no local. “Após concluída, a obra vai melhor muito aqui. O trânsito aqui é bem congestionado, pois é uma rota muito utilizada por caminhões. É um cruzamento muito movimentado”, disse.

Nos horários de pico é complicado para pedestres fazerem a travessia do cruzamento da Avenida Londrina com a BR-376. João Batista Fernandes, 52 anos, trabalha na construção civil em Sarandi e usa a bicicleta para locomoção. “Depois de pronto, vai ficar mais adequado para os pedestres atravessarem, com mais segurança. Uso a bicicleta todos os dias aqui, é bem complicado para cruzar para o outro lado”, afirmou.

Texto e foto: AE-PR

Compartilhe: