Sanepar investe R$ 73 milhões no Noroeste do Paraná

saneparA Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), do Governo do Estado, investiu R$ 73 milhões em 2013 nos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário do Noroeste do Paraná. O maior volume de recursos financeiros foi aplicado na ampliação do atendimento com esgoto, R$ 63,2 milhões.

Os outros R$ 9,8 milhões foram aplicados na manutenção do índice de 100% da população urbana das 92 cidades da região, que têm garantido o abastecimento com água potável. “Investimos em obras que beneficiam desde os municípios de pequeno até os de grande porte ”, destaca o gerente regional da Sanepar, Paulo Battiston. Em 21 municípios, as obras estão em andamento, como é o caso de Maringá, onde o esgotamento sanitário recebe investimento de R$ 35,8 milhões. Nestas obras, a Sanepar amplia as estações de tratamento de esgoto Mandacaru e Alvorada.

Também são executados 20 quilômetros de rede coletora, beneficiando moradores dos bairros Jardim Universo II, Jardim Borba Gato, Jardim Monções, Jardim Santa Rosa, Jardim São Clemente e Jardim Atami. Paiçandu, a 15 quilômetros de Maringá, é outro município contemplado com obras no sistema de abastecimento de água. Lá está sendo investido R$ 1,5 milhão.

OUTRAS CIDADES – Umuarama é um dos municípios em que são executadas obras no sistema de esgoto, no valor de R$ 8,3 milhões. São 2.396 novas ligações de esgoto em mais de 43 quilômetros de rede coletora. Os beneficiados são os moradores dos bairros Parque Industrial I, Jardim Viveiros, Jardim Arco-Íris, Jardim Glória, Jardim Caiuá e Dom Pedro I.

Em Ubiratã, mais R$ 1,1 milhão está sendo investido na ampliação do sistema de esgoto, onde se encontra em andamento a execução de 10,6 quilômetros de rede coletora e 510 novas ligações, beneficiando 2.040 habitantes.

No polo turístico da região, em Iretama, o distrito de Águas de Jurema também está sendo contemplado pela Sanepar com recursos para a ampliação do abastecimento público. A Companhia perfurou um novo poço tubular, com um investimento de R$ 61 mil. Situado a 800 metros do reservatório da cidade e perfurado nas rochas basálticas do Aquífero Serra Geral, o poço tem profundidade de 250 metros, com vazão de 30 metros cúbicos por hora.

Nova Esperança recebe R$ 2,13 milhões, que são aplicados na execução de 19 quilômetros de redes coletoras de esgoto e 1.141 novas ligações prediais. Os moradores dos Jardins das Flores, Santo Antônio e São José e o Conjunto Novo Horizonte são beneficiados diretamente com a obra. Também já estão assegurados recursos para melhorias do sistema de abastecimento de água do município. Com investimento de R$ 116 mil, serão executadas obras de recuperação no reservatório elevado do município, com capacidade para 200 mil litros.

Campo Mourão é outro município onde a Sanepar concluiu obras no sistema de esgoto, que contemplou os moradores dos Jardins Albuquerque, Três Marias, Corinthias, Ilha Bela, Izabel e Paulino. Nesses seis bairros, residem cerca de 7 mil habitantes. As obras compreenderam 19 quilômetros de rede coletora de esgoto e 1.406 novas ligações. O investimento total foi de R$ 1,75 milhão.

Altônia têm obras de esgoto concluídas em 2013 e de água, em andamento. O recurso de R$ 1,34 milhão foi aplicado em mais de 15 quilômetros de rede coletora de esgoto e 1.010 novas ligações. A obra no sistema de abastecimento de água recebe recurso de R$ 1,42 milhão, aumentando a capacidade de reservação da cidade em mais 500 mil litros e 8 quilômetros de rede de distribuição. Esse complexo de obras deverá ser concluído no primeiro semestre de 2014.

(Texto e foto: AE-PR)

Compartilhe: