Rede de Proteção debate nova forma de acolhimento institucional

Na Comarca de Cianorte, serviço de abrigamento de crianças e adolescentes passou a ser ofertado na modalidade Casa-Lar e administrado pela Aldeias Infantil SOS

Os membros da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente da Comarca de Cianorte, que também responde pelos municípios de Indianópolis, Japurá, Jussara e São Manoel do Paraná, se reuniram na manhã da última quinta-feira (26), para conhecer e debater o funcionamento do acolhimento institucional local, que passou a operar, em abril deste ano, na modalidade Casa-Lar. Com a mudança, a administração do serviço passou a ser feita pela Aldeias Infantil SOS.

A apresentação do novo método de atendimento adotado pela empresa terceirizada, credenciada pelo município para assumir as atividades, foi realizada pelo gestor de território, Alex Decian Thomazi. Segundo ele, o maior foco do trabalho da instituição é fortalecer as relações dos pequenos com a família e a comunidade. “Já atuamos em 16 estados do país, inclusive no Paraná – em Foz do Iguaçu e Goioerê. Aqui a nossa proposta é atender até dez pessoas”, informou.

A mudança realizada busca oferecer às crianças e adolescentes, que já se encontram em uma situação delicada de risco social e pessoal, um ambiente mais receptivo, capaz de estimular relações mais próximas de um ambiente familiar. Assim, essa conversa entre os municípios, para convencionar o atendimento, foi necessária para ofertar o melhor serviço”, explicou a secretária de Assistência Social de Cianorte, Marlene Benalia Bataglia.

No encontro, os presentes ainda se inteiraram sobre o novo fluxograma de trabalho que passa a ser adotado pela Rede no atendimento emergencial e não emergencial. “A articulação desse caminho foi realizada pelos próprios membros da Rede em busca de oferecer a orientação correta para cada caso”, pontuou a assistente social do Ministério Público do Paraná, Adriéli Volpato Craveiro. Outro assunto debatido foi o Programa Família Acolhedora, que está em fase de implantação.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe: