Pronaf possibilita o incremento na produção de morangos em Rondon

O IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater) vem contribuindo para mudar a vida de muitas famílias rurais, a partir da elaboração de projetos financiados pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O município de Rondon concentra o maior número de produtores de morango na região de Cianorte, exatamente 34 agricultores têm na fruta uma fonte de geração de renda. Pelo menos dez deles usaram recursos do Pronaf para fazer seus plantios.

Osmir Borges é um desses produtores. Nos últimos cinco anos ele fez uso do Pronaf. Uma parte dos recursos foi aplicada na melhoria do solo da área com morango. Com a orientação de um extensionista, o produtor fez a análise de solo, adquiriu calcário e adubo super simples para corrigir a terra. Ele também adquiriu um trator, implementos e um veículo utilitário para transportar a produção.

Atualmente, Borges tem dez mil metros quadrados, com 50 mil pés de morango em sua propriedade. Com a orientação do extensionista Emanuel Sordi, do IDR-Paraná de Rondon, o produtor destinou uma outra parte dos recursos à aquisição de mulching (cobertura plástica para os canteiros) e mangueiras de gotejamento. Sordi também acompanhou o plantio, orientou os tratos culturais e o manejo de pragas do cultivo de morango. A previsão é que o plantio renda 30 toneladas de morango, aproximadamente. Toda a produção é vendida no próprio município, em Cianorte, Campo Mourão, Paranavaí, Cidade Gaúcha e Japurá.

Para lidar com o morango, Borges conta com a ajuda da esposa, Cleonice, e dos três filhos: Aline, Eduardo e Jaqueline. O produtor afirma que nunca enfrentou dificuldade para pagar os financiamentos do Pronaf, já que foi bem orientado pelos técnicos do IDR-Paraná. Os benefícios do programa vão além da área com lavoura. Borges também investiu em benfeitorias na propriedade e na moradia da família. “Para a propriedade gerar lucros é preciso investir. O Pronaf é uma grande ajuda para que os produtores consigam realizar o plantio, obtendo boa produtividade. É um dos melhores benefícios, com juros baixos e acessíveis”, afirma Aline Borges, filha do produtor.

De acordo com Roberto Corredato, gerente regional do IDR-Paraná em Cianorte, a região conta com 82 produtores de morango. São 29 hectares e uma produção estimada de 873 toneladas da fruta nesta safra. Uma parte desses produtores utiliza recursos próprios para implantar as lavouras, já que têm incentivo das prefeituras. Para fazer frente às despesas, os produtores costumam fazer compras a prazo, com juros altos, ao invés de utilizarem linhas de crédito mais apropriadas. Por essa razão, os extensionistas prestam esclarecimentos aos agricultores sobre as linhas de crédito que existem à disposição dos interessados, como o Pronaf, com juros mais baixos. Corredato acrescentou ainda que todo produtor assistido pelos extensionistas é orientado a fazer o projeto de custeio agrícola para que as lavouras fiquem seguradas. “Se por acaso ocorrer algum incidente climatológico, tem o seguro agrícola”, concluiu Corredato

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater-PR

Compartilhe: