Projeto Adolescendo orienta pais da rede municipal de ensino

educacao01Etapa intermediária do desenvolvimento humano, entre a infância e a vida adulta, a adolescência costuma estar acompanhada por diversas transformações, tanto internas quanto externas, como conflitos existenciais, alterações no humor e mudanças no corpo. Assim sendo, para auxiliar os alunos dos 5º anos da rede municipal de ensino de Cianorte, bem como seus pais, a passar por esta transição com mais tranquilidade, a Secretaria de Educação e Cultura, com o apoio da Secretaria de Saúde, promove o projeto “Adolescendo… saúde, educação e cidadania”, pelo qual trabalha temas como as transformações corporais, relacionamentos, sexualidade e projeções para o futuro.

Com esta finalidade, na noite da última terça-feira (19), a Escola Municipal Cecília Sato reuniu os pais de seus alunos para uma palestra com a psicóloga escolar, Camilla Ardenghi. “Como etapa intermediária, a adolescência caracteriza-se por uma busca por si mesmo, é a evolução da personalidade e, por isso, exige o enfrentamento de certos conflitos. Nesse sentido, é muito importante que os pais se informem para melhor compreender os adolescentes, visto que esta é uma fase muito delicada. Em uma conversa, por exemplo, uma palavra mal colocada pode virar uma tragédia”, destacou a profissional.

Além de ministrar a palestra, a psicóloga também elucidou as dúvidas dos ouvintes e discorreu sobre mitos e verdades. “A puberdade é a fase inicial da adolescência. São as transformações físicas e biológicas no corpo, tanto dos meninos quanto das meninas, sendo que no público masculino ocorre entre os 12 e os 14 anos e no feminino dos 10 aos 13. Por isso, é comum ouvirmos a expressão ‘as meninas amadurecem mais cedo’ e é verdade”, afirmou.

O projeto Adolescendo integra o Programa Saúde na Escola (PSE) e, segundo sua supervisora, a enfermeira Marcela Soares Loureiro, cada instituição de ensino tem uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que serve de referência para o atendimento dos alunos. A diretora da Escola Cecília Sato, Maria de Fátima Arantes, elogiou a iniciativa. “A educação vai além do cumprimento do programa de ensino, envolvendo o desenvolvimento social, cidadão e saudável dos alunos. Assim, agradecemos aos profissionais e pais que estiveram conosco nesta noite”, concluiu. As ações seguem até o mês de novembro, contemplando as 13 escolas municipais.

Texto e foto: Assessoria Prefeitura de Cianorte

Compartilhe:

Projeto Adolescendo orienta pais da rede municipal de ensino

educacao01Etapa intermediária do desenvolvimento humano, entre a infância e a vida adulta, a adolescência costuma estar acompanhada por diversas transformações, tanto internas quanto externas, como conflitos existenciais, alterações no humor e mudanças no corpo. Assim sendo, para auxiliar os alunos dos 5º anos da rede municipal de ensino de Cianorte, bem como seus pais, a passar por esta transição com mais tranquilidade, a Secretaria de Educação e Cultura, com o apoio da Secretaria de Saúde, promove o projeto “Adolescendo… saúde, educação e cidadania”, pelo qual trabalha temas como as transformações corporais, relacionamentos, sexualidade e projeções para o futuro.

Com esta finalidade, na noite da última terça-feira (19), a Escola Municipal Cecília Sato reuniu os pais de seus alunos para uma palestra com a psicóloga escolar, Camilla Ardenghi. “Como etapa intermediária, a adolescência caracteriza-se por uma busca por si mesmo, é a evolução da personalidade e, por isso, exige o enfrentamento de certos conflitos. Nesse sentido, é muito importante que os pais se informem para melhor compreender os adolescentes, visto que esta é uma fase muito delicada. Em uma conversa, por exemplo, uma palavra mal colocada pode virar uma tragédia”, destacou a profissional.

Além de ministrar a palestra, a psicóloga também elucidou as dúvidas dos ouvintes e discorreu sobre mitos e verdades. “A puberdade é a fase inicial da adolescência. São as transformações físicas e biológicas no corpo, tanto dos meninos quanto das meninas, sendo que no público masculino ocorre entre os 12 e os 14 anos e no feminino dos 10 aos 13. Por isso, é comum ouvirmos a expressão ‘as meninas amadurecem mais cedo’ e é verdade”, afirmou.

O projeto Adolescendo integra o Programa Saúde na Escola (PSE) e, segundo sua supervisora, a enfermeira Marcela Soares Loureiro, cada instituição de ensino tem uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que serve de referência para o atendimento dos alunos. A diretora da Escola Cecília Sato, Maria de Fátima Arantes, elogiou a iniciativa. “A educação vai além do cumprimento do programa de ensino, envolvendo o desenvolvimento social, cidadão e saudável dos alunos. Assim, agradecemos aos profissionais e pais que estiveram conosco nesta noite”, concluiu. As ações seguem até o mês de novembro, contemplando as 13 escolas municipais.

Texto e foto: Assessoria Prefeitura de Cianorte

Compartilhe: